sábado, 18 de dezembro de 2010

Uma Mulher Prudente!

Alguns homens e mulheres na Bíblia chamam a minha atenção, por suas atitudes diante das adversidades e pressões da vida. Alguns nomes são conhecidos outros não, mais a postura que eles tiveram merecem ser mencionados, pois nos deixam grandes lições.  Que ao lermos suas historias possamos aprender com eles.

Hoje irei falar de  uma mulher que admiro muito por sua atitude de prudência:

* Prudência: Virtude que faz prever e procura evitar as inconveniências e os perigos; cautela, precaução.


E havia um homem em Maom, que tinha as suas possessões no Carmelo; e era este homem muito poderoso, e tinha três mil ovelhas e mil cabras; e estava tosquiando as suas ovelhas no Carmelo.E era o nome deste homem Nabal, e o nome de sua mulher Abigail; e era a mulher de bom entendimento e formosa; porém o homem era duro, e maligno nas obras, e era da casa de Calebe.

Quando Davi soube que Nabal estava cortando a lã das ovelhas, enviou dez de seus moços ao Carmelo, a fim de entregar a Nabal este recado: "Que Deus faça prosperar você e sua família, e aumente muitas vezes tudo o que você possui. Disseram-me que você está cortando a lã das suas ovelhas e cabras. Enquanto seus pastores estiveram entre nós, nunca fizemos mal a eles, nem tiramos coisa alguma deles, durante todo o tempo em que estiveram no Carmelo.

Pergunte aos seus moços, e eles lhe dirão se isto é verdade ou não. Agora enviei meus homens para pedir que você nos faça uma pequena contribuição, pois chegamos em uma época feliz de festas. Por favor, mande-nos qualquer coisa que tiver à mão."
Os moços deram o recado de Davi a Nabal, e esperaram pela resposta.

"Quem é esse tal de Davi?" perguntou Nabal. "Quem esse filho de Jessé pensa que é? Hoje em dia há tantos empregados que fogem dos seus patrões! Deveria eu pegar meu pão, minha água e a carne dos animais que matei para os meus trabalhadores, e dar tudo isso a um bando que aparece de repente, sem que a gente saiba de onde vem?"

Então os mensageiros de Davi voltaram, e contaram a ele o que Nabal tinha dito. "Peguem suas espadas!" foi a resposta de Davi, enquanto ele enfiava a sua espada na bainha. 
Quatrocentos deles partiram com Davi, e duzentos ficaram para guardar seus equipamentos. 

Nesse meio tempo, um dos homens de Nabal foi procurar Abigail, e disse a ela: "Davi enviou homens do deserto para falar com o nosso patrão, mas ele insultou os homens e os expulsou daqui. Porém os homens de Davi foram muito bons para nós, e nunca nos fizeram nenhum mal; para dizer a verdade, dia e noite eles foram como um muro de proteção para nós e para as ovelhas, e nada foi tirado de nós durante todo o tempo em que estiveram ao nosso lado.Seria bom tomar providências o quanto antes, pois vai haver problema para nosso patrão e sua família - nosso patrão é um homem tão teimoso, que ninguém pode conversar com ele!"

Então Abigail tomou depressa duzentos pães, duas vasilhas grandes contendo vinho, cinco ovelhas preparadas, uma boa quantidade de trigo torrado, cem cachos de uva-passa, duzentos bolos de figo, e colocou tudo isso sobre jumentos."Vocês seguem na frente", ela disse aos seus moços, "e eu sigo logo atrás." Porém não contou ao marido o que ia fazer.Quando ela descia a estrada montada no seu animal, viu Davi que já estava a caminho com seus homens, e ela foi se encontrar com ele.

Davi havia dito a si mesmo: "Tivemos bastante trabalho para ajudar esse homem. Protegemos os rebanhos dele no deserto, de tal maneira que nada se perdeu ou foi roubado, no entanto, ele paga com o mal, o bem que lhe fizemos. E ainda por cima nos insulta.Que Deus me castigue se até amanhã, ao amanhecer, ficar vivo ainda que seja um só dos seus homens!"

Quando Abigail viu Davi, desceu imediatamente do animal e se curvou com o rosto em terra diante dele."Eu aceito toda a culpa neste assunto, meu senhor", ela disse. "Por favor, ouça o que tenho a dizer. Nabal é um homem estúpido, de mau gênio; mas, por favor, não dê atenção ao que ele disse. Ele é um louco - é exatamente o que o seu nome Nabal significa. Mas eu não vi os mensageiros que o senhor mandou. Uma vez que o Senhor Deus o impediu de matar e de vingar-se por suas próprias mãos, imploro por Deus e pela sua própria vida também, que todos os seus inimigos sejam tão amaldiçoados como Nabal. E agora, aqui está um presente que eu trouxe para o senhor e para os seus moços. Perdoe-me pela ousadia de vir até aqui. Certamente o Senhor vai recompensá-lo com uma família de reis, que nunca terá fim, pois o senhor está lutando as batalhas de Deus; e o senhor nunca fará coisa errada, todos os dias da sua vida. Mesmo quando o senhor for perseguido por aqueles que desejam tirar-lhe a vida, estará seguro no Senhor seu Deus, como se estivesse guardado dentro da sua bolsa! Mas a vida dos seus inimigos desaparecerá, como pedras atiradas de uma funda! Quando o Senhor tiver feito todas as boas coisas que lhe prometeu, e o senhor já estiver reinando sobre Israel, não vai querer estar com a consciência de um criminoso, que fez justiça com suas próprias mãos! E quando o Senhor tiver feito todas essas grandes coisas para o meu senhor, por favor, lembre-se de mim!

"Davi respondeu a Abigail: "Bendito o Senhor Deus de Israel, que hoje enviou você ao meu encontro!Graças a Deus pelo bom juízo que você demonstra! Bendita seja você, por me impedir de matar esse homem e de vingar-me por minhas próprias mãos. Pois juro pelo Senhor, o Deus de Israel, que me impediu de fazer mal a você, que se você não tivesse vindo ao meu encontro, nenhum dos homens de Nabal estaria vivo amanhã pela manhã.

"Então Davi aceitou os presentes que ela trouxe e mandou que voltasse para casa sem medo, pois ele não mataria o marido dela.

Quando Abigail chegou em casa, viu que Nabal tinha dado uma grande festa. Como ele estava bêbado, resolveu não contar nada sobre o encontro que teve com Davi, mas esperou até a manhã seguinte.Pela manhã, Nabal já não estava mais bêbado, e quando a esposa lhe contou o que havia acontecido, ele sentiu um golpe e ficou paralisado, como se o coração dentro dele se transformasse numa pedra. Passados uns dez dias, ele morreu, porque o Senhor o matou.

Quando Davi ouviu dizer que Nabal estava morto, exclamou: "Louvado seja o Senhor! Deus deu a Nabal o que ele merecia, e me livrou de fazer justiça com minhas próprias mãos. Nabal recebeu o castigo pelo seu pecado". I Samuel 25 - na versão Bíblia Viva

Por Irismar Santos
Postado por Vivendo pela palavra: http://irismaroliveira.blogspot.com/
*Fonte de pesquisa: http://www.dicionariodoaurelio.com/