Qual seria a sua idade?

17:47 Irismar Oliveira 40 Comments


Não conte sua idade pelos anos que passam, e sim pelos dias que são vividos. 
Luiz Antonio

Por Irismar Santos
Hoje encontrei uma frase em forma de pergunta que achei muito legal que diz o seguinte: Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos você tem- (Confúcio) Você já parou para pensar sobre isso, acho que geralmente quem pensa nessa questão de idade é os mais... Calminha os mais experiente para não dizer outra coisa, srsrsr.

Então, vamos lá, vou dizer a  idade que eu teria se não soubesse quantos anos eu tenho, costumo brincar com meus amigos dizendo a minha idade que é: Ai, ai, ai... os meus abençoados 43 anos, gente é incrível, mas essa idade não quer entrar na minha cabeça,srsrssr, não sei porque essa dificuldade toda,rsrsrs, mas por dentro tenho 19 aninhos,srsrsrsrsr.

Vou dizer o porquê dessa idade, essa idade marcou muito a minha vida e sempre que penso na questão idade são eles que vêm à memória, por dois motivos o primeiro: Essa idade foi o momento em que realmente sentir que deixei a fase menor de idade e entrei para a fase  maior de idade a tão esperada fase  que os jovens esperam, e  a segunda é que essa idade  esta relacionada  ao  vigor, alegria, brincar, desfrutar cada momento da vida, fazer amigos, ver a vida de uma maneira não tão difícil, ter sonhos e não se preocupar tanto com o futuro.

E hoje com 43 anos de idade, ainda vejo coisas dessa idade presentes na minha vida como: Gosta de rir, de brincar, de fazer amigos, ouvir e cantar alto, então se me perguntassem: Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos você tem? Eu diria eu tenho 19 aninhos,srsrssr.

Medite nesse poema;
Não conte seu jardim pelas folhas caídas, e sim pelas flores que nascem;

Não conte os dias pelos ponteiros de um relógio, e sim por cada sorriso que ganhar;
Não conte sua idade pelos anos que passam, e sim pelos dias que são vividos;
Não conte às pessoas que passaram por sua vida, e sim quantas vezes o ar lhe foi roubado;
Não conte como se hoje fosse o ultimo dia, mas sim como se fosse o único, pois quando o amanhã chegar ele será o passado, mas enquanto você viver o hoje ele se tornará eterno .

(Luiz Antonio)

E Você qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos tem?

Fonte: Vivendo pela palavra:http://irismaroliveira.blogspot.com/
Fonte da imagem: Banco de imagem: http://joseluisavilaherrera.blogspot.com/

40 comentários:

Só vou lembrar o que pode me dar esperança!

14:54 Irismar Oliveira 24 Comments

Quero trazer à memória aquilo que me pode dar esperança. 
Lamentações de Jeremias 3:21

Por Irismar Oliveira
Diariamente somos bombardeados com situações difíceis que não esperamos acontecer e essas situações são como flechas lançadas sobre nós, algumas são lançadas com tanta fúria que sentimos a pressão sobre o peito. Essas flechas vem do nosso inimigo o diabo que tem como objetivo: Derrubar o escudo da fé que seguramos, nos atingir e nos  deixar desanimados. Na ponta de cada flecha tem um veneno quem tem como função deixar  seqüelas na vida daquele que é atingindo por ela como: A tristeza, preocupação, depressão e melancolia.  Gosto muito do texto de Lamentações 3:21-24, onde o profeta Jeremias diante de uma situação difícil fez uma declaração de fé dizendo:

Eu quero lembrar aquilo que pode me dar um pouco de esperança na vida. O grande amor de Deus nunca termina. A única razão por que não fomos completamente destruídos é a misericórdia do Senhor. A fidelidade de Deus é grande; o seu amor cuidadoso é sempre novo, a cada dia que passa. O que eu realmente quero na vida é o Senhor; viver junto com Ele. Por isso vou colocar toda a minha esperança nEle. Lamentações 3:21-24

O apostolo Paulo em Efesios 6:11 fala da batalha espiritual e nos comparou a um soldado e como um bom soldado não podemos nos entregar aos ataques do inimigo, mais usar bem as armas que Deus nos deu.  Tem um hino da Léa  Mendonça chamado “Memória” gosto muito quero aproveitar e partilhar com vocês a letra desse hino.

Memória
Léa Mendonça
Quero trazer à memória
Só o que pode me dar esperança
Não vou pensar em nada que me entristeça
Não vou deixar ninguém pisar nos meus sonhos
Nem roubar a minha fé
Não vou deixar que contaminem a minha mente
Não vou dar brechas, pois é isso que o inimigo quer
Mas vou ocupar a mente com as coisas lá de cima
Não vou entregar os pontos, não
Vou dar a volta por cima
Se tentarem contra mim, se preparem , vão se arrepender
Estou em Cristo, sou imbatível, é claro que vou vencer
E se quiserem jogar pesado, com Deus vou prevalecer
Estou armado, fortalecido, edificado pela palavra de Deus
Eu tenho o escudo e a espada
Armas pesadas Deus me deu
Estou orando, vigiando e descansando em Deus
Vou profetizar minha vitória
Eu tomo posse dela aqui e agora
E te agradeço, ó Deus!


Querido amigos e irmãos, as dificuldades sempre vão vim contra nós, mas não podemos esquecer do grande amor de Deus por nós! Ousemos dizer confiadamente: A fidelidade de Deus é grande; o seu amor cuidadoso é sempre novo, a cada dia que passa. O que eu realmente quero na vida é o Senhor; viver junto com Ele. Por isso vou colocar toda a minha esperança nEle. Vou trazer à minha  memória AGORA aquilo que me pode dar esperança.!!



Se desejar ouvir o Vídeo aqui  vá até o final do blog , do lado direito tem a Radio, lá você pode dar Pause e ouvir.

Que possamos usá-las diariamente!!

Fonte: Vivendo pela Palavra: http://irismaroliveira.blogspot.com
Fonte da imagem: http://www.google.com.br/

24 comentários:

Senhor estou com Sede!!!

10:26 Irismar Oliveira 6 Comments


Meditação Sobre a Sede na Manhã de Segunda-feira.

Por John Piper
Ao me ajoelhar naquela manhã de segunda-feira, durante meu devocional, disse: “Ó Senhor, tem misericórdia de mim, pecador! Ajuda-me. Por favor, vem e restaura a minha alma”. Em seguida, perguntei calmamente: “Senhor Jesus, o que querias dizer quando falaste: ‘Aquele… que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede’? Estou com sede nesta manhã. Ouvi meu colega David Livingston dizendo, ontem à noite, que ele tem sede. Quase todo crente que vem ao meu escritório tem sede. Qual era a tua intenção ao dizer que aqueles que bebessem da tua água não teriam mais sede? Não temos bebido? Esta promessa é vã?” 

O Senhor respondeu. Ele me mostrou o resto do versículo, e derramou sobre ele uma luz que nunca vira antes. João 4.14 começa assim: “Aquele… que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede”. Isso foi o que me levou a clamar: “O que pretendias dizer? Estou tão sedento! Minha igreja está sedenta! Os pastores com quem eu oro estão com sede! Ó Jesus, o que querias dizer?” 

Jesus respondeu da única maneira pela qual sei que Ele responde. Abriu-me os olhos para ver o significado do que disse na Bíblia. Eu já havia memorizado esse versículo na manhã do domingo, para a minha própria alma e para um possível uso na oração pastoral. Assim, enquanto eu orava, os elementos da comunicação divina estavam no seu devido lugar. (Oh! que percepção perdemos quando não memorizamos mais das Escrituras!) 

Enquanto eu suplicava, a segunda parte do versículo falou por si mesma. Jesus disse: “Pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna”. Com estas palavras, veio a resposta. Não era uma voz audível, e sim, a voz de Jesus, na Palavra iluminada e aplicada pelo Espírito Santo. 

A resposta era assim: quando bebem da minha água, a sede de vocês não é aniquilada para sempre. Se isso acontecesse, vocês sentiriam, posteriormente, qualquer necessidade de minha água? Esse não é meu objetivo. Não quero santos auto-suficientes. Quando bebem da minha água, ela se torna uma fonte em vocês. Uma fonte satisfaz a sede, não por remover a necessidade por água, e sim por estar lá, para lhes dar água sempre que têm sede. Vez após vez! Como nesta manhã. Portanto, beba, John. Beba. 

Agora, enquanto escrevo, vejo esta verdade preciosa no Salmo 23: “O Senhor é o meu pastor; nada me faltará”. Apesar disso, clamamos: “Ó Senhor, hoje eu tenho necessidades! Conheço centenas de pessoas que têm necessidades e confiam em Ti como o pastor delas. Qual a tua intenção ao dizer que nada nos faltará?” 

Agora, aprendemos uma lição. Primeiramente, clamamos. Depois, lemos: “Ele me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso; refrigera-me a alma”. Refrigera-me. Isso significa que as necessidades surgem em minha alma, e, então, o Senhor Jesus as satisfaz. Elas surgem novamente; Ele as satisfaz. A vida é um ritmo de necessidade e suprimento — e, às vezes, um ritmo de perigo e livramento. “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte…”. O vale se tornará (novamente) em verdes pastos, e as águas tranqüilas fluirão (novamente!). Até agora, a fonte está jorrando do interior e o fará para sempre. Por que a fonte, em nosso íntimo, não é nós mesmos; é Deus. “Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva. Isto ele disse com respeito ao Espírito que haviam de receber os que nele cressem” (Jo 7.38-39). 

A sede é satisfeita pelo Espírito de Cristo revelando-nos a Si mesmo e as suas promessas, para a satisfação de nossa alma. Mas a sede não é obstruída, para que não percamos o impulso de vir a Ele vez após vez, em busca de tudo o que Deus prometeu ser para nós em Jesus. 

Aquele que tem sede venha e continue vindo, até que nossa comunhão seja tão íntima, que não haja qualquer distância entre nós e o Senhor.


Fonte: Extraído do livro: Uma Vida Voltada para Deus, de John Piper.
Copyright: © Editora FIEL
http://voltemosaoevangelho.com/
Fonte da imagem: Banco de imagens: http://joseluisavilaherrera.blogspot.com/
Postado por Vivendo pela palavra; http://irismaroliveira.blogspot.com/

6 comentários:

I Encontro de Blogueiros do Ceará!!

18:18 Irismar Oliveira 6 Comments



Amigos do Vivendo pela Palavra, quero partilhar com vocês o primeiro dia do nosso I ENCONTRO DE BLOGUEIROS E MÍDIAS SOCIAIS DO CEARÁ. O evento será de dois  dias: 28 e 29 de maio de 2011, o evento esta acontecendo no Cuca Che Guevara da Barra do Ceará  em Fortaleza, com a participação de blogueiros de várias cidades do estado e de alguns convidados.

Veja a programação de hoje:

TEMAS PRINCIPAIS DO EVENTO: Marco Regulatório da Mídia e Redes Sociais.




SÁBADO – 28/05
8 horas – Abertura do credenciamento
9:30 horas – Palestra: “Democratização da mídia e o fracasso do PIG”


Palestrante: Jornalista da Rede Record de Televisão e do blog Conversa Afiada, Paulo Henrique Amorim

“Blogosfera e seus mecanismos”: Jornalista Geórgia Pinheiro(Rede Record de Televisão).

10:30 horas – Plenária com blogueiros
11:00 horas – Homenagem ao Paulo Henrique Amorim e Entrega do troféu Barão de Itararé – Núcleo Ceará.
12 horas: Almoço.
14 horas – Palestras:
“Os veículos convencionais e as novas mídias”
“Tendências em Mídias Digitais”
Palestrantes: Jornalista Plínio Bortolotti (Diretor do Sistema O Povo de Comunicação) e o professor Glaudiney Mendonça (Coordenador do Bacharelado em Sistemas e Mídias Digitais
Instituto UFC Virtual
Universidade Federal do Ceará (UFC)).
16:30 – Plenária com os blogueiros


DOMINGO – 29/05

9:30 horas – Palestra: “Marco Regulatório da Mídias e Conselho Estadual de Comunicação Social”
Palestrantes: Deputada Federal Luiza Erondina(PSB/SP), Deputada Estadual Rachel Marques(PT/CE) e Martônio Mont-Alverne, procurador-geral do Município de Fortaleza, jornalista Altamiro Borges – Centro de Estudos da Mídia Alternativa “Barão de Itararé” – Núcleo São Paulo.
Entrega do Troféu Barão de Itararé – Núcleo Ceará para a deputada Estadual Rachel Marques(PT/CE) e a gerente de projetos dos Cucas em Fortaleza, Carla da Escóssia,
11:30 horas – Plenária com blogueiros
12 horas: Almoço.
14 horas – Palestras: “As ameaças das liberdades digitais (A internet sob ataques”
Palestrante: Marcelo Branco, coordenador da campanha nas redes sociais da candidata Dilma Rousseff do PT nas eleições 2010 do Brasil,
TV pública digital e ciberdemocracia – Palestrante: Jornalista Alberto Perdigão
16:30 – Plenária com os blogueiros – Carta de Fortaleza e entrega dos certificas.
18:00 – Musical com os cantores André e Tião Simpatia(autor do jingle “Quero Dilma”)

Fonte da programação e fotos: http://blogdadilma.blog.br/

6 comentários:

Você é Visitante ou Membro?

09:54 Irismar Oliveira 19 Comments


Você é um Verdadeiro Membro de Igreja?

Por Conrad Mbewe

Muitos crentes vão à igreja da mesma maneira que vão aos Correios. Não sabem quem abriu a agência ou a limpou. Não se importam com quem mais ali está, exceto os funcionários no balcão. Tudo que desejam é enviar suas correspondências e ir embora. Nem mesmo se interessam em olhar rapidamente para as outras pessoas que estão na fila, a menos que alguém lhes chame pelo nome. Se isto acontece, então se voltam e conversam um pouco com aquela pessoa.

Isto é o que acontece a muitos crentes. Tudo que lhes interessa é desfrutar do culto, do pastor e de sua mensagem. Não sabem quem abriu o templo, quem o varreu, colocou os hinários nos bancos, etc. Tudo que desejam é ouvir o sermão e desaparecer, voltando para casa. Se alguém os cumprimenta, então param, conversam um pouco antes de sumirem, retornando para casa.
Com certeza, isso está errado. Todo crente deveria ser um membro ativo de sua igreja. Se você é culpado desse tipo de atitude em relação à igreja, deve parar. Precisa tornar-se membro de uma igreja local e fazer que sua membresia seja significativa. 

Isto é o que Bíblia ensina com a expressão .em um corpo., encontrada no versículo que citamos no início. Em sua conversão, você foi espiritualmente unido ao corpo de Cristo. Isto acontece porque a salvação assemelha- se a um pacote. Inclui regeneração, justificação, adoção, habitação do Espírito, etc. Um dos elementos deste pacote é a união com Cristo, ou seja, o processo pelo qual o Espírito Santo o enxerta no corpo de Cristo, de modo que você se torna um membro orgânico desse corpo (1 Co 12.12-13), ao invés de um membro autômato.
É necessário que esta experiência espiritual seja traduzida para termos concretos por meio de sua deliberada união visível a um grupo de crentes. Por causa de nossa união espiritual com Cristo, ajuntar-se a um grupo de crentes tem de ser desejado por você. Precisa haver em você o desejo de pertencer ao povo de Deus, que constitui a família dEle. Isto é o que significa ser membro de uma igreja: é uma expressão externa e objetiva de uma experiência subjetiva e íntima.

O Novo Testamento não menciona qualquer coisa a respeito de crentes que não se importam com a igreja e vivem isoladamente a vida cristã, andando para lá e para cá. Você tem de pertencer a uma igreja local. Existem muitos crentes que são semelhantes a ervas aquáticas, vivem flutuando de igreja em igreja. Não pertencem à membresia de nenhuma delas, mas estão presentes a todas as .poderosas. reuniões da cidade. Onde for aberta uma nova igreja, ali os encontraremos. E, se outra igreja for estabelecida, tais crentes mudarão para ela.
O seu crescimento espiritual é o motivo pelo qual Deus deseja que você se torne membro de uma igreja. Tornar-se membro ativo de uma igreja não é opcional ao seu crescimento na santidade. As inevitáveis implicações de pertencer à membresia de uma igreja podem ser resumidas na palavra .responsabilidade., sendo esta uma responsabilidade que temos indiretamente para com Deus e diretamente uns para com os outros. Considere o exemplo dos discípulos apresentado no Novo Testamento (At 2.42-47; 4.32-35).
Este é o motivo por que sua membresia a uma igreja não pode consistir apenas de um registro formal no rol de membros. Precisa ser expressa em envolvimento prático em toda a vida da igreja. Torne-se semelhante a um filho que se envolve positivamente nas tarefas do lar.

Você é um verdadeiro membro de igreja? Se não, acabe com essa atitude imediatamente! Se é membro de uma igreja, você é responsável? Existe uma diferença real entre você e os visitantes? Pense sobre os membros de sua igreja, você os conhece, está orando e se interessando por eles, a fim de ajudá-los em suas necessidades? Torne-se agora um responsável membro de igreja

Posatdo por Vivendo pela palavra: http://irismaroliveira.blogspot.com

19 comentários:

Treinados para cantar no Escuro!!

07:00 Irismar Oliveira 14 Comments


Disciplina da Atenção
"O que vos digo às escuras, dizei-o a plena luz: e o que se vos diz ao ouvido, proclamai-o dos eirados", Mat.10.27
 Por Oswald Chambers
Por vezes, Deus coloca-nos sob uma disciplina intensa de trevas para ensinar-nos a prestar-lhe mais e melhor atenção. Alguns pássaros canoros são treinados para cantar no escuro; da mesma forma somos colocados à sombra da mão de Deus até que aprendamos a ouvi-loIs.49:2. "O que vos digo em trevas" – esteja atento para quando Deus o colocar na escuridão e uma vez lá mantenha toda a sua boca fechada. Você está nas trevas escuras neste momento, no tocante às circunstâncias nas quais se acha, ou no tocante à sua vida com Deus?
 Então permaneça calado. Se abrir a boca no escuro, falará de espírito errado; talvez seja esta a hora de ouvir. Não fale com outras pessoas sobre a sua situação aparentemente precária; não leia livros para desvendar qual o mistério das suas trevas; apenas ouça, preste mais atenção. Se conversar com outras pessoas sobre isso, não conseguirá ouvir o que Deus poderá estar a dizer. Sempre que estiver em trevas, ouça e Deus lhe dará uma mensagem muito preciosa para passar a outra pessoa, quando a luz voltar.
Após cada momento de densas trevas, sobrevirá sempre uma mistura de alegria e vergonha, pois se for só alegria, duvido que você tenha ouvido Deus; é lícito alegrarmo-nos por ouvir Deus falar, mas, sentimos enorme vergonha por ter demorado tanto a ouvir o que ele dizia! "Como demorei tanto para entender tudo isto!" E, no entanto, Deus sempre esteve falando todo este tempo. Mas, assim, oferecendo-lhe esta dádiva da vergonha que produz a brandura de coração e de espírito, aprenda a prestar mais e melhor atenção à voz de Deus e a ouvir de imediato da próxima vez.
Fonte da imagem: http://www.google.com.br/
Postado por Vivendo pela Palavra: http://irismaroliveira.blogspot.com

14 comentários:

É o Perdão e não o Tempo que cura todas as feridas!!

10:27 Irismar Oliveira 24 Comments


Então Pedro veio a Ele e perguntou-lhe: "Senhor, quantas vezes eu devo perdoar um irmão que pecar contra mim? Sete vezes?""Não!" respondeu Jesus, "Setenta vezes sete! Mateus 18:21

Por Irismar Santos
Quem nunca ouviu as seguintes frases “o tempo cura ”“ com o tempo passar”, muitas pessoas acreditam que o tempo cura uma mágoa, a dor de ser traída, humilhada, eu particularmente não concordo que o tempo cure as mágoas, feridas, dores, se o tempo curasse não teríamos tantas pessoas magoadas e revoltadas umas com as outras há dez anos ou mais. 

Quanto tempo é necessário? O tempo esta relacionado a cada tipo de pessoa? Cada uma tem seu tempo? Depende do tamanho da ofensa para o tempo curar? Será que isso é verdade, não concordo também com esses pensamentos, o que acredito é que nós determinamos esse tempo por decisão, o que acontece na realidade é que seguramos quem nos ofendeu parando o passado e empurramos a ofensa até o dia em que decidimos ou não perdoar, então não é questão de tempo e sim de decisão. 

Aprendi quando um dia falava com o Senhor em oração e dizia – Senhor eu não consigo perdoar fulano de tal, já tentei, mas sempre que vejo sinto tudo de novo, o Senhor falou algo que nunca esqueci: Você pode perdoar você não quer perdoar, e você não quer perdoar porque essa é a única arma que você tem contra quem te feriu, naquele dia aprendi que a falta de perdão era uma arma de proteção que eu usava muito bem, pois ela tanto servia para me proteger , como para me vingar de quem me prejudicou.

Compreendi naquele dia que não era uma questão de tempo e sim de uma decisão, pois quando ouvi isso lembro que orei e disse eu perdoou fulano, eu solto essa arma de defesa e quando vi aquela pessoa, olhe para ela e falei para mim mesma já esta perdoada, não vou, mas segurar essa arma, pois sou livre e a partir daquele dia o que antes era difícil não foi mais, se não tivesse compreendido que era uma decisão, provavelmente ainda hoje tivesse com meu coração ferido, pois a traição foi grande e a dor chegou a ser quase insuportável. 

O que cura uma ofensa? O PERDÃO, aqui está o que nos cura das dores, ofensas e das mágoas feitas em nós, um dos principais ensinos do Senhor Jesus foi sobre o poder do Perdão, e em nenhum dos seus ensinamentos ele falou de tempo e sim de decisão. Aprendi que perdão é uma decisão, não estou aqui negando a dor da traição, mágoa, da humilhação, da calunia, pois já passei por essas dores e sei o quanto é doloroso, o que falo aqui é a decisão de não levar sobre nós uma carga que não nos fará bem algum. 

Os que lançam sobre o tempo a sua liberdade é por dois motivos: por medo de ser machucado novamente, por isso usam a arma da proteção não perdoando quem os feriu, segundo: não liberam perdão como uma maneira de se vingar de quem lhe ofendeu, precisamos entender que não precisamos ter medo de ser machucado novamente, pois se não formos por que já nos feriu seremos por outros que vão passaram por nossas vidas e usar o perdão como vingança é como diz esse pensamento: Guardar ressentimentos é tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra. Albert Einstein 

Aprendi que enquanto viver haverá pessoas que vão nos ferir mágoa e machucar, aprendi também que enquanto viver é preciso ser LIVRE e a única maneira de ser livre é perdoar quem nos decepcionou, traiu, machucou e feriu, é preciso ser um profissional em perdão. 

O que a falta de perdão faz: nos deixa fechados para novos relacionamentos e novas amizades, ouvi de uma pessoa que foi muito ferida e não perdoou o seguinte: “O amigo de hoje é um forte candidato a inimigo amanha”, uma pessoa dessa não desfruta a vida no sentido de ter amigos e ser amiga, pois não confia mais nas pessoas, quando Jesus nos ensinou sobre perdoa era como se ele dissesse: Agora vá meu filho (a) a vida continua, olha ao teu redor há muitas pessoas legais no mundo, não se feche para a vida e para as novas amizades, continue a viver sem o peso e a carga das mágoas e das feridas, seja LIVRE, através do perdão. Quando Jesus ensinou sobre perdão ele não disse: com o tempo você perdoa ou quando você sentir que deve perdoar, não ele disse: perdoe, sei que isso não entra muito bem nos ouvido de quem foi ferido, pois no fundo queremos é vingança pela maldade feita a nós, achamos injusto Deus exigir que devo perdoar a quem me feriu e não olhamos pelo outro lado que quando ele disse perdoe ela estava dizendo essa é a única maneira de você ser livre das dores causadas e uma vacina que nos protege é o remédio que ele deixou para se tomar diariamente para não morrer. 

O que tempo faz? Nessa questão ele é como a ferrugem e o cupim vão aos poucos destruindo o que há de mais belo em nosso coração que é a capacidade de acreditar nas pessoas sem o medo ser ferido destrói também a capacidade de acreditar no amor de Deus, pois a segunda coisa que a falta de perdão nos faz é nos levar a deixar de acreditar no amor de Deus por nós.  O que o tempo pode nos fazer é ensinar o que precisamos aprender na vida, mas curar seja lá qual for à dor não!!Podemos aprender com o tempo o valor da fidelidade, da amizade, do amor!! " O tempo ensina, mas não cura"- Martha Medeiros

Quando Jesus disse para Pedro quantas vezes ele deveria perdoar o irmão, Pedro não compreendia a extensão do perdão, ele só compreendia a quantidade  quer dizer, ele só compreendia o que pode ser medido ou contado. Precisamos dar o que temos recebido.

Tire os olhos dos que te machucaram, solte as armas de defesa e vingança  use a vacina que lhe deixa livre para prosseguir!!

Fonte: Vivendo pela palavra: http://irismaroliveira.blogspot.com
Fonte da imagem: http://www.google.com.br/

24 comentários:

Os anos perdidos são restituídos !!

07:01 Irismar Oliveira 16 Comments


E restituir-vos-ei os anos que foram consumidos pela (...) locusta.” (Jl 2:25 ARC1995)

"O Senhor restitui os anos perdidos"

Sim, esses anos desperdiçados por cuja causa suspiramos, ser-nos-ão restituídos. Deus pode dar-nos uma graça tão abundante, que, no que resta dos nossos dias, poderemos acumular um serviço que compense todos aqueles anos (vividos) no estado de irregenerados, pelos quais choramos em humilde penitência. 

As locustas da apostasia, da mundanalidade e da indiferença, são agora vistas por nós como uma praga terrível. Oh, que essas coisas nunca se tivessem aproximado de nós! O SENHOR, em Sua misericórdia, tem-nas tirado de nós, e estamos cheios de zelo para O servir. Bendito seja o Seu nome, (porque) podemos levantar tais colheitas de graças espirituais, que farão com que a nossa esterilidade passada desapareça. 

Por meio de uma graça abundante, podemos tirar proveito da nossa amarga experiência e usá-la para advertir os outros. Podemos ficar mais arraigados em humildade, em dependência infantil e em espiritualidade penitente por causa das nossas deficiências passadas.  Se nós somos mais vigilantes, zelosos e ternos, nós obteremos maior ganho pelas nossas lamentáveis perdas. Os anos desperdiçados podem ser restituídos por um milagre de amor. 

Isto parece-nos uma bênção demasiado grande? Creiamo-la e vivamos por ela e ainda a veremos realizada em nós, assim como Pedro se tornou um homem muito mais útil depois que foi curada a sua presunção por haver sido revelada a sua debilidade. SENHOR, ajuda-nos por Tua graça

__________
Faith's Checkbook—C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé 
Tradução de Carlos António da Rocha
É PROIBIDA A REPRODUÇÃO DESTE TEXTO SEM CITAR NA ÍNTEGRA ESTA FONT
.








Fonte da imagem: Banco de imagens> http://joseluisavilaherrera.blogspot.com/
Postado por Vivendo pela palavra: http://irismaroliveira.blogspot.com/

16 comentários:

O Tempo de Deus... posso esperar...!!

08:00 Irismar Oliveira 18 Comments

O Tempo de Deus 

Bom dia amigos!!

Na sexta-feira que passou, o amigo Marivan da Radio Pentecostal, fez um comentário na postagem Suplicas-nao-respondidas-nao-constituem e deixou a letra de musica Tempo de Deus que eu ainda não a conhecia, ao ouvi a musica gostei muito, quero aproveitar e partilhar com vocês a letra e a música.
Talvez você já conheça, mais quero deixar como uma mensagem para sua meditação sobre o "Tempo de Deus" e a nossa atitude em esperar o seu tempo.
Deus  sabe o melhor para cada uma de nós, esperemos pois confiadamente nEle e descansemos na sua fidelidade e nas suas promessas pois HÁ UM TEMPO certo para cada coisa: Ec 3:1 e Ele não é  um Deus que  mente, pois  não é o homem, nem se arrepende como todo ser humano. Ele faz o que promete, e cumpre o que diz. Num 23:19.

O Tempo de Deus
Rose Nascimento
Quando ouvi a tua voz, tocou meu coração,
Uma emoção tão forte que eu nunca senti...
O anseio de minh'alma, ensinou-me a superar,
E me mostrou várias razões pra que eu pudesse esperar...
O tempo de Deus na minha vida,
O tempo de Deus pros meus sentimentos,
O tempo de Deus para o milagre,
O tempo de Deus vai se cumprir...
O tempo de Deus pras minhas promessas,
O tempo de Deus pra minha cura,
O tempo de Deus pra me exaltar,
O tempo de Deus... posso esperar...


Marcelo Nascimento:
Quando ouvi a tua voz, tocou meu coração,
Uma emoção tão forte que eu nunca senti...
O anseio de minh'alma, ensinou-me a superar,
E me mostrou várias razões pra que eu pudesse esperar...

Se deseja ouvir a musica aqui, vá no final do blog, do lado esquerdo tem a rádio lá você pode dar pausa  e ouvir se não vá direto ao O Tempo de Deus!


 Hebreus 6:18: Para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, tenhamos a firme consolação, nós, os que colocamos em nosso ser, bem no nosso íntimo, o reter e manter, a esperança proposta.




Fonte Postado por Vivendo pela Palavra:http://irismaroliveira.blogspot.com
Fonte da imagem: Banco de imagens: http://joseluisavilaherrera.blogspot.com/

18 comentários:

Sejam Perseverantes!

12:31 Irismar Oliveira 8 Comments

Jó é um exemplo dum homem que continuou a confiar no Senhor no sofrimento, e das experiências dele podemos ver como o plano do Senhor finalmente terminou em bem, e que o Senhor é cheio de ternura e de misericórdia. Tg 5:11


O poder triunfante da paciência!
Referência: Tiago 5.7-12 
Por Hernandes Dias Lopes.
1. Tiago começa a sua carta com uma chamada à perseverança sob as provações (1:2-4) e termina a carta exortando os crentes a serem pacientes atá à vinda do Senhor (5:7-8). As provas e não experiências místicas são o caminho da santificação e do aperfeiçoamento (1:4). 

2. Em (1:12) a recompensa é a coroa da vida e (5:7-8) a recompensa é a vinda de Cristo (5:7-8). No cameço o caminho da perfeição é a oração (1:5) e no final da carta, ele volta ao mesmo tópico (5:13-18). No começo oramos por nós, no fim oramos pelos outros. 

3. Tiago fala da segunda de Cristo sob dois aspectos: 1) Como uma alegre esperança (5:7-8 e 10-11); 2) Como uma temível expectativa (5:9,12). Para os salvos o Senhor vem trazendo compaixão e misericórdia (5:11). Para os ímpios o Juíz vem (5:9), trazendo julgamento (5:12). Ao mesmo tempo que a vinda do Senhor será o dia glorioso para o seu povo, será o terrível dia do Senhor para os ímpios. Ilustração: O fazendeiro que zombava dos crentes trabalhando em frente a igreja no domingo. Colheu mais que os crentes e mandou uma carta para o jornal explicando sua posição: Enquanto os crentes iam para a igreja eu trabalhei. Colhi mais que eles. Deus não me castigou. O que vocês pensam disso? O jornalista publicou a carta e colocou uma nota de rodapé: Deus não ajusta suas contas na colheita. Veja o Salmo 73. 

4. A vinda do Senhor é um sinal de alerta sobre o perigo do mal uso da língua. Devemos ter cuidado para não queixarmos uns dos outros (5:9). Também devemos ter cuidado para não fazer juramentos impróprios (5:12). É mais fácil fazer um voto do que cumpri-lo. Mas fazer um voto, devemos cumpri-lo, porque Deus não gosta de tolos (Ec 5:4). É mais importante ser real do que dramático. Nosso sim deve significar sim e o nosso não deve significar não. Devemos ser íntegros em nossa palavra. Não podemos ser pessoas divididas internamente. Devemos ser livres de uma mente dupla. Devemos íntegros com Deus e com os homens. Praticamos uma devoção à verdade com os nossos lábios porque a verdade habita em nós. 

5. A vinda do Senhor está próxima (5:8), está às portas (5:9). 

6. Enquanto Jesus não volta não esperamos vida fácil neste mundo (Jo 16:33). Paulo nos lembra que é em meio a muita tribulação que entramos no Reino (At 14:22). Devemos ser pacientes até Jesus voltar. 

7. Mas como podemos experimentar esse tipo de paciência até Jesus voltar. Tiago dá três exemplos de paciência para encorajar os crentes: 

I.A PACIÊNCIA DO LAVRADOR – V. 7-9 

1. Se uma pessoa é impaciente, ela nunca deve ser um agricultor. O agricultor planta a semente certa, no campo certo, no tempo certo, sob as condições certas. A semente não nasce, cresce, floresce e frutifica da noite para o dia. Apenas o erva daninha cresce sem cuidado. O agricultor não tem nenhum controle sobre o tempo. Muita chuva pode danificar a lavoura. Falta de chuva pode pôr toda a colheita a perder. 

2. O agricultor na Palestina dependia totalmente das primeiras chuvas vinham em outubro (para o plantio) e das últimas chuvas que vinham em Março (para a colheita). O tempo está fora do seu controle. Ele tem que confiar e esperar. É Deus quem faz a semente brotar, germinar, crescer e frutificar. Ele não pode fazer nada nesse processo (Mc 4:26-29). 

3. Por que o agricultor espera? Porque o fruto é precioso (5:7). “E não cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos” (Gl 6:9). Tiago descreve o crente como um agricultor espiritual que procura uma colheita espiritual. “Se vós também pacientes e fortaleceu o vosso coração, pois a vinda do Senhor está próxima” (5:8). 

4. O nosso coração é o solo. A semente é a Palavra de Deus. Há estações para a vida espiritual como há estações para o solo. Muitas vezes nosso coração se torna seco e cheio de espinhos (Jr 4:3). Então Deus manda a chuva da sua bondade e alimenta a semente plantada, mas devemos ser pacientes para esperar a colheita. 

5. Deus está procurando frutos em nossa vida (Lc 13:6-9). Devemos produzir o fruto do Espírito (Gl 5:22-23). E o único meio de darmos frutos doces é sermos provados (1:2-4). Em vez de ficarmos impacientes, devemos saber que Deus está trabalhando em nós. 

6. Você só pode se alegrar nessa colheita espiritual, se o seu coração estiver fortalecido (5:8). Um coração instável não produz fruto. Um agricultor está sempre trabalhando em sua lavoura. Deus está trabalhando em nós para tirar de nós uma colheita abundante. Um lavrador não vive brigando com os seus vizinhos. Ele está cuidando da sua própria lavoura. Não devemos perder o foco e viver falando mal uns dos outros (5:9). 

II. A PACIÊNCIA DOS PROFETAS – V. 10 

1. Os profetas foram homem que andaram com Deus, ouviram a voz de Deus, falaram em nome de Deus, mas passaram também por grandes aflições. Eles trilharam o caminho estreito das provas e foram pacientes. Privilégio e provas caminharam juntos na vida dos profetas. Privilégio e sofrimento, sofrimento e ministério caminham lado a lado na vida dos profetas. 

2. Isaías não foi ouvido pelo seu povo. Ele foi cerrado ao meio. Jeremias foi preso, jogado num poço e maltrado por pregar a verdade. Ele viu o cêrco de Jerusalém e chorou ao ver o seu povo sendo destruído. Daniel foi banido da sua terra e sofreu pressões quando jovem. Sofreu ameaça e perseguição por causa da sua fidelidade a Deus, a ponto de ser jogado na cova dos leãos. Ezequiel também foi duramente perseguido. 

3. Estêvão denunciou o sinédrio: “Qual dos profetas vossos pais não perseguiram? Eles mataram os que anteriormente anunciavam a vinda do Justo, do qual vós agora vos tornastes traidores e assassinos” (At 7:52). 

4. Jesus disse: “Bem-aventurado sois quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós. Regozijai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; pois assim perseguiram aos profetas antes de vós” (Mt 5:11-12). 

5. Quado você tiver enfrentando sofrimento, não coloque em dúvida o amor de Deus, gente que andou mais com Deus do que você, também passou pelas aflições. Seja paciente. 

6. Paulo diz: “Ora, todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos” (2 Tm 3:12). Nem sempre obediência produz vida fácil! “Se a igreja for mais perseguida, será mais fiel? Não. Se ela for mais fiel será mais perseguida”. Isso significa que Deus não nos poupa das aflições, mas ele nos assiste nas aflições. Exemplo: Elias anunciou ao ímpio rei Acabe que a seca viria sobre Israel. Ele também sofreu as consequências da seca, mas Deus cuidou dele e lhe deu vitória sobre os ímpios. 

7. A vontade de Deus jamais levará você, onde a graça de Deus não possa lhe sustentar. A nossa paciência em tempos de prova é um poderoso testemunho do evangelho àqueles que vivem ao nosso redor. 

8. Rm 15:4: “Pois tudo quanto, outrora, foi escrito para o nosso ensino foi escrito, a fim de que, pela paciência e pela consolação das Escrituras, tenhamos esperança”. Quanto mais conhecemos a Bíblia, mais Deus pode nos consolar em nossas tribulações. 

9. Como um agricultor, devemos continuar trabalhando e como os profetas, devemos continuar testemunhando. 

III. A PACIÊNCIA DE JÓ – V. 11-12 

1. “Eis que temos por felizes os que perseveraram firmes…” (5:11). Mas vocë não pode perseverar a não ser que haja provas em suas vida. Não há vitória sem luta. Não picos sem vales. Se você deseja a bênção, você tem que estar preparado para carregar o fardo e entrar nessa guerra. 

2. Certa feita ouvi um cristão orar: “Oh Deus ensina-me as profundezas da tua Palavra. Eu desejo ser arrebatado até o terceiro céu e ver e ouvir as coisas maravilhosas que tu tens lá”. Embora a oração tenha sido sincera, ela partiu de um crente imaturo. Paulo foi arrebatado até o terceiro e viu e ouviu coisas gloriosas demais para contar. E como resultado Deus colocou um espinho em sua carne para mantê-lo humilde (2 Co 12:1-10). Tem que existir um equilíbrio entre privilégios e responsabilidades, bênçãos com fardos. 

3. O livro de Jó pode ser dividido assim: (1-3) – As perdas de Jó; (4-31) – As acusações contra Jó e sua defesa contra os ataques de seus amigos; (38-42) – a restauração de Jó. As circunstâncias estavam contra Jó; os homens estavam contra Jó; a sua esposa estavam contra Jó; seus amigos estavam contra Jó. Ele pensou que Deus estava contra ele. Satanás estava contra ele. Mesmo assim, ele perseverou! Ele provou que um homem pode amar a Deus acima dos bens, da família e da própria vida. Jó derrubou as duas teses de Satanás. 

4. Jó era um homem piedoso, justo, próspero, bom pai, sacerdote da família, preocupado com a glória de Deus. Deus dá testemunho a seu respeito. Deus o constitui seu advogado na terra. Satanás prova Jó com a permissão de Deus. 

a) Jó perdeu todos os seus bens 

b) Jó perdeu todos os seus filhos 

c) Jó perdeu a sua saúde – (1:22) e (2:10) – mostram que Jó não pecou. 

d) Jó perdeu o apoio da sua mulher 

e) Jó perdeu o apoio dos seus amigos 

f) Jó faz 16 vezes a pergunta: Por que? 

g) Jó expressa sua queixa 34 vezes. 

h) Deus faz 70 perguntas para Jó. 

i) Deus restaura a sorte de Jó, dando-lhe o dobro dos bens. Por que não deu o dobro dos filhos? Porque quando os animais foram embora, eles realmente foram. Eles não tinham almas imperecíveis. Mas quando os filhos foram fisicamente, eles na verdade não foram. Eles estavam com Deus no céu. Assim, agora, Jó tem dez filhos no céu e dez filhos na terra. 

j) Jó esperou pacientemente no Senhor e Deus o honrou. Ele não explicou nada para Jó, mas quando Jó não conhecer os porquês de Deus, Jó pode conhecer o caráter de Deus (Jó 42:5). A maior bênção que Jó recebeu não foi saúde e riqueza, mas um conhecimento mais profundo de Deus. Isso é a própria essência da vida eterna (Jo 17:3). 

k) O livro de Jó nos prova que Deus tem propósitos mais elevados no sofrimento do que apenas punir o pecado. O propósito de Deus no livro de Jó é revelar-se como o Deus cheio de bondade e misericórdia (5:11). Jó passou a conhecer o Senhor de uma forma nova e mais profunda e também bênçãos maiores. O propósito de Satanás era fazer de Jó um homem impaciente com Deus. Isto porque um homem impaciente com Deus é arma nas mãos do maligno (Abraão, Moisés, Pedro). 

l) Cuidado para não fazer tolos no sofrimento (5:12). 

CONCLUSÃO Tiago deseja encorajar-nos a ser pacientes em tempos de provas. Como um agricultor devemos esperar por uma colheita espiritual, por frutos que glorifiquem a Deus. Como os profetas, devemos procurar oportunidades para testemunhar mesmo no meio do sofrimento. Como Jó devemos esperar para que o Senhor complete seu amoroso propósito em nós em nosso sofrimento, com o firme propósito de conhecer a Deus mais profundamente.

Posatdo por Vivendo pela Palavra: http://irismaroliveira.blogspot.com

8 comentários:

Sem a graça de Deus, não podemos fazer coisa alguma!

07:00 Irismar Oliveira 11 Comments

As Coisas Pequenas!

Por C.H. Spurgeon (1834-1892) 
Somos incapazes de realizar o mais humilde ato da vida cristã, se não recebemos de Deus o vigor do Espírito Santo. Com certeza, meus irmãos, é nestas COISAS PEQUENAS que geralmente percebemos, acima de tudo, a nossa fraqueza. Pedro foi capaz de andar sobre a água, mas não pôde suportar a acusação de uma criada. Jó suportou a perda de todas as coisas, porém as palavras censuradoras de seus falsos amigos (embora fossem apenas palavras) fizeram-no falar mais amargamente do que todas as outras aflições juntas. Jonas disse que tinha razão em ficar irado, até à morte, A RESPEITO DE UMA PLANTA. 

Você não tem ouvido, com certa freqüência, que homens poderosos, sobreviventes de muitas batalhas, foram mortos por um acidente trivial? John Newton disse: “A graça de Deus é tão necessária para criar no crente a atitude correta diante da quebra de uma louça valiosa como diante da morte de um parente querido”. Estes pequenos vazamentos precisam dos mais cuidadosos tampões. Nas coisas pequenas, bem como nas coisas grandes, o justo tem de viver pela fé! 

Crente, você não é suficiente para nada! Sem a graça de Deus, não pode fazer coisa alguma. Nossa força é fraqueza — fraqueza até para as coisas pequenas; fraqueza para as situações fáceis, bem como para as complexas; fraqueza nas gotas de tristeza, como também nos oceanos de aflição. Aprenda bem o que nosso Senhor disse aos seus discípulos: “Sem mim nada podeis fazer” (João 15.5).

Fonte do artigo: http://editorafiel.com.br
Fonte da imagem: http://www.google.com.br/
Postado por Vivendo pela Palavra: http://irismaroliveira.blogspot.com/

11 comentários: