As dificuldades abrem mais espaço para o consolo

09:25 Irismar Oliveira 12 Comments


Sofrimento e Consolo 


Por Charles H. Spurgeon - 
Assim como o sofrimento de Cristo habita em nós, de igual modo habitam as consolações de Cristo. Esta é uma proporção abençoada. Deus mantém sempre duas balanças – de um lado Ele coloca as tribulações do seu povo e do outro põe as consolações.

Quando a balança da tribulação está quase vazia, você sempre encontrará a balança do consolo praticamente na mesma condição. Esta é uma observação prática na vida. É o mistério de que quando vem a noite, as luzes brilham mais. Quando vem a tempestade é quando o comandante do barco mais se aproxima de sua tripulação. É uma benção o fato de que quando estamos mais deprimidos é quando mais podemos ser elevados pelo consolo de Cristo. 

As dificuldades abrem mais espaço para o consolo. Nada existe que torne mais generoso o coração de um homem do que uma grande dificuldade. Sempre observei que as pessoas miseráveis, mesquinhas, com um coração do tamanho de um grão de mostarda, nunca enfrentaram grandes dificuldades. Tenho visto que as pessoas que não têm misericórdia para com seus semelhantes – que nunca choram com a tristeza dos outros – muito poucas vezes sofreram grandes problemas. Os corações grandes só são criados por grandes dificuldades. A enxada da dificuldade cava mais fundo o reservatório do consolo. Deus vem ao nosso coração – e o encontra cheio – e se começa a esvaziar o nosso conforto - é para que surja mais espaço para a graça. Quanto mais humilde for o homem, mais conforto ele terá. 

Quanto mais abaixados estivermos, mais próximos do chão estivermos, mais nossas dificuldades nos tornarão humildes – e tanto mais estaremos habilitados a receber consolo, e Deus sempre nos dá o conforto quando mais precisamos dele. Esta é uma razão porque o consolo aumenta na proporção de nossas dificuldades. 

Onde mais cai a chuva mais cresce a grama verde. Não diga que as flores morreram, que o inverno acabou com elas, que elas desapareceram. Mesmo que o inverno as tenha coberto com seu manto de neve, elas vão ressurgir de novo em toda a sua beleza. Não diga que o sol desapareceu apenas porque ele foi encoberto pelas nuvens. Ele continua lá atrás, aquecido para o verão que virá até você, e quando ele vier as nuvens serão desfeitas em chuvas, que irão de novo regar as flores. 

Acima de tudo, quando parecer que Deus escondeu o Seu rosto divino, não diga que Ele esqueceu de você; Ele está demorando para que você o ame mais ainda, e quando Ele vier você irá se alegrar no Senhor, com indescritível felicidade. A espera desenvolve nossa graça; a espera testa nossa fé. Espere, pois, com esperança; pois ainda que a promessa tarde, ela nunca virá tarde demais. 

Uma outra razão para nos sentirmos melhor com nossas dificuldades é que nestas ocasiões nos aproximamos mais de Deus. Quando os celeiros estão cheios, o homem pode viver sem Deus; quando a carteira está estufada com dinheiro, nós até podemos passar sem oração. Mas quando nosso bem-estar ou nossos bens são perdidos, é quando queremos nosso Deus; quando os ídolos terrenos que adoramos em nossas casas são removidos, queremos ir adorar Jeová. Alguns de nós não oramos a metade do que deveríamos. 

Quando tudo vai bem esquecemos de Deus. Dt 32:15 "E, engordando-se Jesurum, deu coices (engordaste-te, engrossaste-te, e de gordura te cobriste) e deixou a Deus, que o fez, e desprezou a Rocha da sua salva" Mas cessem suas esperanças, desapareçam suas alegrias, repouse seu filho em um caixão, sejam dizimadas suas colheitas, fuja o seu rebanho do curral, desapareça o chefe da família, fiquem os filhos órfãos – e aí então Deus será o Deus. Das profundezas a ti clamo, ó SENHOR.Senhor, escuta a minha voz; sejam os teus ouvidos atentos à voz das minhas súplicas. 
Salmos 130:1-2

Não existe súplica maior do que aquela que surge do pé da montanha, nenhuma prece maior do que a vem do fundo da nossa alma sofrida e aflita. E é por isso que ela mais nos aproxima de Deus, e nos alegramos por estarmos próximos de Deus. Por isso, quando aumentam nossas tribulações elas nos levam a Deus e é então que o consolo Divino nos enlaça. 

Há quem chame as dificuldades de um peso enorme. E é o que são na verdade. Um navio que tenha grandes velas e navegue com vento forte precisa de um lastro. As dificuldades são o lastro de um crente. Os olhos são as bombas que lançam fora de sua alma a água que o vai inundando, o que o impede de afundar. O arreio é que prende o cavalo e evita que pule fora da cerca, como são sempre tentados a fazer. Arreios são necessários para evitar que se percam, e por isso Deus prende com aflições aqueles a quem quer manter perto de Si, para preservá-los em sua Divina presença. Abençoado seja o fato de que quando nossas aflições crescem, cresce também o nosso consolo. 

Tomado do livro Words of Cheer for Daily Life 

Você também pode gostar

12 comentários:

  1. Irismar,
    Nosso consolo maior é saber que Deus está perto quando estamos em meio às dificuldades.
    Ainda que todos ao nosso redor nos esqueçam, ou não podem nos ajudar, sabemos que Deus não esquece os seus filhos e tem todo poder para nos ajudar.
    Aleluias!!!
    A Paz, amiga,
    Missionária Delair.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI DElair isso é uma grande verdade,podemos contar com seu consolo.

      Abraçooooooooooooo e uma bela semana

      Excluir
  2. Boa noite, Irismar.
    Realmente, ser cristão não evita que tenhamos dificuldades. As provações acontecem, mas Deus não fica longe de nós.
    Amei a frase: "Onde mais cai a chuva mais cresce a grama verde." O sol não deixa de existir se cai a chuva e brilha quando passa o temporal.
    Abraço da
    Celina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Celina isso é verdade, como disse o salmista MUITAS são as aflições do justo, mas de todas ele os livras.

      UM bela semana

      Excluir
  3. Oi Iris, muito linda essa mensagem. Muito interessante a história da balança! Se não há aflições não consolo! Obrigada por partilhar, abraçoooooooooo. Uma bela semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI amiga Lane , pois é como seriamos consolados, se nao houve sofrimentos. Gostei quando ele disse: A enxada da dificuldade cava mais fundo o reservatório do consolo. Glorias a DEus!!

      Excluir
  4. concerteza, é chace de k vc dar pra Deus agir em sua vida
    bjs, paz do Senhor..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Evinha isso é verdade, esses momentos são os melhores por mais difícil que seja, mas são neles que podemos ver o agir do Pai. Uma boa noite

      Excluir
  5. Olá Irismar, a paz de Cristo!

    Tenho andado meio sumido dos comentários, mais sempre faço uma visitinha aqui! Você é benção e tem contribuído em propagar a Palavra de Deus para todos!
    Que bela mensagem! De esperança e amor que só o nosso Deus pode dar! Fiquei muito tocado com essa mensagem!
    Tenho passado por grandes dificuldades, mas sei que o Senhor está me mudando e capacitando para aquilo que Ele tem para mim.
    Irei replicar a mensagem em meu blog (sempre com a devida indicação).

    Deus continue te abençoando!
    Danilo Zanon

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. OI Felix , será muito bom te-lo entre os amigos, logo acima do lado direito tem a opção de seguidores.

      Obrigada pela visita

      Uma boa noite

      Excluir
  7. as vezes você se pega pensando em meio as dificuldades " meu Deus a minha unica esperança é o senhor". Pare e pense! não seria a unica esperança que você precisa.estou aprendendo através do ECC- a verdadeira importância do senhor na minha vida familiar.Mesmo no tormento das dificuldades tenho osenhor meu Deus par mim apoia.

    ResponderExcluir