Os Benefícios de Memorizar as Escrituras!!

14:54 Irismar Oliveira 11 Comments

A memorização das Escrituras.

Por Tom Ascol
A memorização das Escrituras parece uma tarefa desanimadora para muitos de nós. Por quê? Para alguns de nós, a memória já não é tão boa como costumava ser ou, pelo menos, como lembramos que era! “Tenho uma memória ruim” é uma expressão muito usada para nos justificarmos, quando nem mesmo tentamos memorizar a Palavra de Deus.

Outros simplesmente nunca tentaram decorar as Escrituras. Como qualquer outra tarefa que nunca foi executada, temor e incerteza podem inibir uma primeira tentativa. Outros que já superaram esse temor, ainda assim, caminham com dificuldade, sem saber por onde começar e como fazer para decorar versículos bíblicos.

Quando comecei a pregar em 1 Pedro, aos domingos pela manhã, pedi à congregação que memorizasse aquela epístola. Mesmo aqueles que têm memorizado as Escrituras durante muitos anos, nunca decoraram um livro inteiro de uma só vez. Meditar em 1 Pedro, nos domingos pela manhã, pareceunos uma grande oportunidade de tentarmos memorizar todo o livro. Um membro comentou: “Fico feliz que o pastor Tom não nos pediu isso quando começou a pregar em Jeremias!” Este seria um bom livro para colocarmos no topo de nossa lista de livros da Bíblia para decorar! Mas 1 Pedro tem apenas 105 versículos. Se aprendermos aproximadamente três versículos por semana, teremos memorizado o livro todo em pouco mais de oito meses. Por que devemos tentar fazer isso? Bem, a Bíblia nos oferece muitas boas razões. Deixe-me apresentar-lhe rapidamente três delas:

1. Memorizar a Palavra de Deus nos ajuda a viver com mais fidelidade à vida cristã

No Salmo 119, verso 11, Davi ora: “Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti”. Ao “guardar” a Palavra de Deus em seu coração, você estará bem equipado para lutar em sua batalha diária contra o pecado. O sábio Salomão nos fala assim: “Inclina o ouvido, e ouve as palavras dos sábios, e aplica o coração ao meu conhecimento. Porque é coisa agradável os guardares no teu coração e os aplicares todos aos teus lábios. Para que a tua confiança esteja no Senhor, quero dar-te hoje a instrução, a ti mesmo” (Pv 22.17-19). Guardar as palavras do Senhor nos ajudará a colocar nossa confiança nEle. Em outras palavras, esta disciplina nos auxiliará na luta pela fé. Isto é claramente demonstrado pelo próprio Senhor Jesus, durante as tentações no deserto, descritas em Mateus 4.1-11. Ele foi capaz de resistir aos assaltos do diabo recitando a Escritura de cor.

2. Memorizar a Escritura nos ajuda a testemunhar

Quando Pedro teve a oportunidade inesperada de pregar durante o Pentecostes, ele o fez citando versículos do Antigo Testamento (At 2). Ele não possuía um pergaminho para ler; ele precisou comunicar-se a partir daquilo que havia memorizado. Não é de admirar que Pedro tenha escrito: “Estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós” (1 Pe 3.15). A Palavra de Deus é a espada do Espírito (Ef 6.17). Para empunharmos esta espada de maneira efetiva, precisamos tê-la prontamente disponível em nossa mente. A memorização das Escrituras torna isso possível.

3. Memorizar a Escritura auxilia na meditação

O Senhor nos recomenda a meditação como uma valiosa disciplina espiritual. Esta será auxiliada e encorajada, se a memorização da Escritura tornar-se habitual em nossa vida. O salmista diz: “Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!” (Sl 119.97). Além disso, o livro de Salmos começa com estas palavras: “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido” (Sl 1.1-3).

O Senhor fez uma referência semelhante para Josué, antes que ele conduzisse o povo à Terra Prometida: “Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido” (Js 1.8). A probabilidade de meditarmos na Palavra de Deus será muito maior, se tivermos porções dela na memória e prontamente disponíveis em nossa mente e coração. Andy Davis é um amigo que pastoreia a Primeira Igreja Batista de Durhan, NC. Andy empenhou sua vida no esforço e encorajamento de outros, a fim de engajarem-se na tarefa de memorização de passagens extensas da Escritura. Ele contribuiu com um capítulo sobre exatamente este assunto no livro que editei, Dear Timothy (Amado Timóteo, Editora Fiel). A seguir, estão seus argumentos em favor da memorização de capítulos e livros inteiros da Bíblia:

1. Isto honra o testemunho que as Escrituras dão sobre si mesmas: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça” (2 Tm 3.16); e, “Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus” (Mt 4.4). Deus não desperdiça o seu sopro, pois não há palavras supérfluas nas Escrituras. E você descobrirá que alguns de seus momentos mais poderosos de convicção, discernimento e encorajamento virão de textos inesperados da Bíblia.

2. Uma vez que boa parte da Bíblia é escrita como um fluxo de pensamento, com o autor expondo alguns pontos gerais, de argumentação lógica, memorizar a passagem inteira possibilita um entendimento maior da idéia central. Você não irá perder a floresta pelas árvores. E nem as árvores pela floresta. Todo o livro de Hebreus soará como uma única sinfonia da verdade, e cada verso individualmente na seqüência de idéias tocará suas próprias notas com uma nova claridade. Este benefício da “floresta e das árvores” [ou seja, abrangendo o todo e suas partes] também irá ajudálo a construir uma teologia bíblica completa, sem defeitos, e sistemática, ao mesmo tempo que lhe dará entendimento, capacidade para pregar e ensinar versículos, individualmente, da forma adequada.

3. Você estará menos propenso a usar versículos fora de seu contexto, como resultado da memorização de todo o livro. Um dos argumentos mais comuns usados pelas pessoas que se opõem a você em uma discussão doutrinária é: “Você está tirando isto do contexto!” Um trabalho cuidadoso no livro todo irá ajudá-lo a evitar este tipo de erro.

4. Sua alegria continuará aumentando, assim como sua reverência à miraculosa infinidade da verdade nas Escrituras, conforme você descobre novas verdades dia após dia, mês após mês. A disciplina de memorizar livros inteiros irá levá-lo a territórios nunca antes desbravados, e, uma vez que “toda a Escritura é inspirada por Deus e útil…” (2 Tm 3.16), você receberá benefícios desta jornada de descobrimento.

Encorajamento para memorizar a Palavra de Deus

1. Lembre-se que o Senhor tem poder sobre sua mente. “Então, [Cristo] lhes abriu o entendimento para compreenderem as Escrituras” (Lc 24.45). Jesus operou de modo eficaz na mente de seus discípulos para que entendessem. Ele pode, do mesmo modo, operar em você, a fim de capacitá-lo a memorizar. Dedique o seu melhor. Faça um esforço sincero e ore para que Ele abençoe os seus esforços.

2. Pense nos benefícios que advém da memorização da Palavra de Deus! Quem dentre nós não desejaria ter a vida moldada mais e mais pelas Escrituras? Todo crente gostaria de ter as palavras da Bíblia em sua mente, prontas para serem incorporadas em suas conversas. Estes são dois dos benefícios da memorização das Escrituras. É claro que há muitos outros, como indicam os versos que citei anteriormente. Nós não memorizamos a Escritura com muita freqüência, simplesmente porque ela não é muito importante para nós. Não gostamos de admitir, mas isso tende a ser verdade. Como ficaríamos motivados, se alguém nos oferecesse cem mil reais a cada capítulo que conseguíssemos memorizar! Você faria isso? Ao menos tentaria? Os benefícios de memorizar a palavra de Deus, como sabemos, são mais altos que qualquer quantia em dinheiro. Elabore um plano. Onde quer que você comece, para continuar memorizando versículos, é de importância vital que estabeleça um tempo a cada dia, a fim de trabalhar em versículos específicos. Ainda que sejam cinco ou dez minutos por dia, já será um bom começo. Se você puder fazer isso duas vezes por dia, seu progresso será ainda maior. Faça o possível para ser constante e trabalhar na memorização das Escrituras todos os dias. Acho bastante útil anotar os versículos em pedaços de papel ou cartão. Desse modo, posso levá-los comigo e trabalhar neles durante o dia. Reveja o que aprendeu. À medida que você decorar mais versículos, precisará adicionar algum tempo para revisar os versículos mais antigos, enquanto trabalha nos mais recentes. Muitas vezes, é no processo de revisão que emergem alguns dos mais frutíferos pensamentos para meditação.

Por fim, peça a outros que o auxiliem — orando por você e ajudando lhe a memorizar. Uma das bênçãos de trabalharmos juntos em um livro como 1 Pedro é que podemos dar assistência um ao outro durante a nossa vida diária. Quando estiver falando ao telefone, em público, antes de uma aula ou após o almoço, peça a um amigo ou a alguém da família que confira os versículos nos quais você está trabalhando. Ofereça-se para fazer o mesmo por eles. Ore para que o Senhor faça sua Palavra permanecer no coração e na vida de seu povo e que nós nos conformemos mais à imagem de Jesus Cristo.

11 comentários:

Diga para alguém que ela é importante!!

07:00 Irismar Oliveira 64 Comments




Você é Importante!

Sinta-se bem sendo amigo!

Uma professora de Nova York decidiu homenagear seus alunos do último ano colegial, dizendo a cada um deles a sua importância. Usando uma idéia interessante, ela chamou todos os alunos em frente à classe, um de cada vez. Primeiro, disse a eles como eram importantes para ela e para a classe. Então presenteou cada um deles com um laço azul com uma frase impressa em letras douradas: "Eu sou importante". Depois, a professora resolveu desenvolver um trabalho com a classe para ver que tipo de impacto o reconhecimento teria sobre a comunidade. Deu a cada aluno mais três laços e os instruiu para que saíssem e disseminassem a cerimônia de reconhecimento. Em seguida eles deveriam acompanhar os resultados, ver quem homenagear quem, e relatar à classe dentro de uma semana. Um dos alunos foi até um executivo júnior de uma empresa próxima e o condecorou por ajudá-lo no planejamento de sua carreira. Então, deu-lhe dois outros laços e disse: - Estamos fazendo um trabalho para a escola sobre reconhecimento, e gostaríamos que você procurasse alguém para homenagear, que o presenteasse com um laço azul, e que lhe desse outro laço para ela homenagear uma terceira pessoa, disseminando esta cerimônia de reconhecimento. Em seguida, por favor, procure-me novamente e conte-me o que aconteceu. 

Mais tarde naquele dia, o executivo júnior procurou seu chefe, que, por falar nisso, era tido até então como um cara rabugento. Pediu ao chefe que se sentasse e disse-lhe que o admirava profundamente por ser um gênio criativo. O chefe pareceu muito surpreso. O rapaz, perguntou-lhe se aceitaria o laço azul como presente e se permitia que ele o colocasse. Seu chefe surpreso disse: - Bem, certamente. 

O executivo júnior pegou o laço de fita azul e colocou-o no paletó do chefe bem em cima do coração. Ao dar ao chefe o último laço disse: - O senhor me faz um favor? Receberia este outro laço e o passaria adiante homenageando outra pessoa? O garoto que me deu o laço está fazendo um trabalho para a escola e queremos que esta cerimônia de reconhecimento prossiga, para descobrir como ela influencia as pessoas. Naquela noite, ao chegar em casa, o chefe procurou seu filho de quatorze anos e pediu que se sentasse. Ele disse: - Hoje me aconteceu uma coisa incrível. Estava em meu escritório e um dos executivos juniores entrou, disse que me admirava e me deu este laço azul por me considerar um gênio criativo. Então, ele prendeu este laço que diz "Eu sou importante" no meu paletó, bem sobre meu coração. Deu-me um outro laço e pediu-me que homenageasse uma outra pessoa. Esta noite, voltando para casa, comecei a pensar a quem homenagearia com este laço e pensei em você. Quero homenagear você. Meus dias são muitos tumultuados e, quando chego em casa, não lhe dou muita atenção. Algumas vezes grito com você por não tirar boas notas na escola e por seu quarto estar uma bagunça, mas de qualquer forma, esta noite eu gostaria apenas de me sentar aqui e, bem, dizer-lhe que você é importante para mim. Além de sua mãe, você é a pessoa mais importante em minha vida. Você e um grande garoto e eu amo você. O sobressaltado garoto começou a soluçar, e não conseguia parar de chorar. Todo o seu corpo tremia. Ele olhou para o pai e disse através de lágrimas: - Papai, eu planejava cometer o suicídio amanhã, porque achava que você não me amava. Agora não preciso mais. 

VOCÊ É IMPORTANTE!!! Quem são as pessoas importantes para você? O que podemos fazer por elas? Elas precisam saber que nós nos importamos com ela. Elas PRECISAM saber de nosso amor e nossa amizade.

E ai vamos dar continuidade? Diga para algumas pessoas o quanto elas são importantes, espalhe essa idéia!



64 comentários:

Veja o Beneficio em falar a Verdade!!

18:36 Irismar Oliveira 25 Comments

Fonte da imagem: Frases Ilustrada



Versículo, para meditação!!
Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; 
quando mentimos uns aos outros estamos fazendo mal a nós mesmos. Efesios 4:25

25 comentários:

Morre aos 79 anos o Rev. David. Wilkerson

09:07 Irismar Oliveira 18 Comments

Findam aqui as orações de Davi,  Salmo72:20


Morreu nessa quarta David Wilkerson, pastor fundador da Times Square Church, em acidente de automóvel, no Texas, ele estava com 79 anos ,segundo o site da CBN e da   igreja Igreja Times Square. David foi muito conhecido pelo seu livro e filme "A Cruz e o Punha e também por suas  mensagens.


Rev. Wilkerson passou a primeira parte do seu ministério, trabalhando  com  membros de gangues e viciados em drogas em Nova York, como contou em seu livro best-seller A Cruz eo Punhal 


Pastor David Wilkerson teve uma vida inteiramente dada para a glória de Deus e as almas dos homens. Ele era amado e ele fará muita falta. 


endo Davi servido à sua própria geração, conforme o desígnio de Deus, adormeceu, foi para junto de seus pais Atos 13:36



Fontes : CBN: http://www.cbn.com/  E Igreja Times  Square http://www.tscnyc.org/

18 comentários:

O Inverno Chegou...

08:15 Irismar Oliveira 16 Comments

Se o inverno chegou, a primavera não estará distante. 
Percy Bysshe Shelley

Os Benefícios do Inverno!

Por Irismar Santos
Todo cristão passa por momentos difíceis e alguns que não compreende o que está acontecendo.  Existem momentos em nossas vidas em que podemos compará-los como as quatro estações do ano e uma das estações que mais temos dificuldade de compreender é a estação do inverno. 

Talvez você esteja passando por essa estação e não está compreendendo o que está acontecendo com você e tem perguntado o que está acontecendo comigo? No inverno algumas coisas acontecem como a principal delas que é queda da temperatura, nele as noites são mais longas que os dias nas regiões onde é inverno, assim é na vida espiritual, toda aquela alegria e fervor que antes era percebido já não e tanto e o tempo parece que parou. 

Será que há benefícios no inverno? Será que podemos aprender alguma coisa nessa estação? 

O apóstolo Paulo escreveu Rm 8:28 e disse: E sabemos que tudo quanto nos acontece está operando para o nosso próprio bem, se amarmos a Deus e estivermos nos ajustando aos plano dele. Quero partilhar com vocês um texto que descreve muito bem os benefícios do inverno em nossas vidas é de uma grande mulher de Deus chamada Jeanne Guyon. 

Vejo o inverno como uma estação que dá excelentes exemplos do trabalho de transformação do Senhor na vida do cristão. Quando ele chega, é como se o mundo vegetal refletisse a imagem da purificação, mediante a qual Deus remove as imperfeições da vida de seus filhos. 

Quando o frio tem início nas asas de uma tempestade de inverno, as árvores vão gradualmente perdendo as folhas. O verde logo é trocado pelo tom de marrom funesto; e as folhas caem e morrem. Presencia-se a perda da bonita vestimenta do verão. Que sensação experimenta você, ao contemplar essa pobre árvore? Você sente como que uma revelação. 

Debaixo de todas as lindas folhas estão toda espécie de irregularidades e defeitos. Eles eram invisíveis em razão das folhas que os cobriam. Agora começam a ser revelados! A árvore já não é bonita na sua superfície aparente. Mas será que ela mudou? Não de todo. Tudo continua a ser exatamente como era antes. Tudo prossegue sendo como sempre foi! É certo que as folhas já não estão lá para esconder o que é real. A beleza da sua vida exterior apenas apenas ocultou o que sempre estivera lá. 

A mesma coisa acontece com você. O mesmo sucede com todo cristão. Nós podemos parecer bonitos... até que a vida desapareça! Então não haverá dúvida: o cristão irá mostrar-se com todos os seus defeitos. Se Deus não trabalhar para purificá-lo, você se mostrará despido de todas as suas virtudes! Contudo, dentro da árvore existe uma vida; e assim como a árvore, você não está se tornando pior; está simplesmente se vendo como realmente é! É preciso saber que no interior da árvore de inverno ainda há uma vida que produziu lindas folhas na última primavera. 

Não, o cristão no mais profundo do seu ser não foi privado de sua virtude essencial. Ele não perdeu vantagens; apenas perdeu algo humano, o senso da própria bondade pessoal, e em seu lugar descobriu sua total desventura. Ele perdeu a comodidade pelo fato de seguir o Senhor. Essa comodidade nasceu mais em virtude da ignorância sobre si mesmo do qualquer outra razão. 

Assim como acontece com a árvore acontece com você

O cristão, espoliado e exposto, aparece perante os próprios olhos como algo desnudo; e todos que estão a sua volta lhe vêem pela primeira vez os defeitos - defeitos que estavam privilegiadamente escondidos, ocultos pelas graças externas. 

Algumas vezes tal revelação é tão devastadora para o orgulho do cristão, que ele simplesmente nunca se recupera, decidindo ser um cristão em outro nível; ou renunciando totalmente a idéia de seguir o Senhor. 

Através do inverno, longo e frio, a árvore parece estar morta, como muitas da floresta. Mas ela sabe que isso não é verdade. No momento parece que a destruição é total, mas na verdade repousa em algum lugar. 

Essa árvore está se submetendo a um processo que preserva sua vida e a fortalece. Afinal, o que o inverno faz com ela? Ele faz com que seu interior se contraia. A vida que está no seu interior não vai mais ser usualmente consumida! Ela vai ficar concentrada no interior do seu tronco e na porção mais oculta de sua raiz, sendo empurrada até bem fundo. 

O inverno preserva a árvore - não importa o quanto ela pareça estar morta. É verdade que suas folhas caem, deixando-a deformada e exposta; no entanto, nunca esteve mais viva! Durante o inverno, a fonte e o princípio da vida ficam mais firmemente estabelecidos do que em qualquer outra estação. 

Nas outras estações a árvore tem de utilizar toda sua força de vida para adornar-se e embelezar-se. Mas ela faz isso despendendo muita vida, extraindo sua vitalidade das raizes e das partes mais profundas do tronco. É preciso que exista um inverno. Ele é necessário para que ela viva, sobreviva e floresça; e volte a florescer

A virtude tem uma maneira interior de fazer com que o cristão pense profundamente, enquanto desaparece totalmente da superfície, deixando os efeitos externos e naturais notadamente visíveis! 

Se temos os olhos para ver, então nos damos conta de que isso é bonito. 

A graça faz exatamente a mesma coisa com a nossa vida. Deus levará as folhas. Algo fará com que elas caiam. A virtude externa entrará em colapso. Ele faz isso para fortalecer a principal das virtudes. A fonte da vida deverá ser reconstruída. Alguma coisa bem lá no interior da alma ainda funciona. Em algum lugar dentro do espírito as funções que são consideradas as mais importantes (na estimativa de Deus) nunca descansam. O que continua ainda está muito bem escondido. É a humildade. 

O que está acontecendo é o puro amor. 

O que continua na parte mais interior é a renúncia e o desprezo pelo eu. O homem interior está fazendo progressos. A alma está aventurando-separa adiante, dentro do interior. Verdadeiramente, parece que as manobras de Deus estão concentradas nas partes externas do cristão, e nem por um momento se pode vislumbrar que não seja agradável á vista. No entanto, não se desenvolveu na alma nenhum novo defeito! Somente faltas antigas vieram a tona! E por estarem expostas cicatrizam mais facilmente. 

Se você ousar desafiar a peregrinação espiritual, lembre-se dos dias de calamidade, do período de seca, e do tempo que o homem chamará de inverno espiritual: A vida está lá! 

Se o inverno vier ...


Fonte Vivendo pela palavra: http://irismaroliveira.blogspot.com
Fonte do texto: http://www.odiscipulo.com
Fonte da imagem:http://www.google.com/

16 comentários:

Só Quando Ninguém está Olhando.

07:30 Irismar Oliveira 41 Comments

Fonte: Vorkurs
Anúncio de ponto de ônibus muda caso ninguém esteja olhando

Achei muito legal esse anuncio que fala sobre a violência contra a mulher de um maneira muito criativa. Sabemos que essa tem sido a realidade na vida de muitas mulheres. Este anuncio foi usado numa campanha contra a violência contra mulher. 

Este anúncio em um ponto de ônibus em Hamburgo, Alemanha, muda se tiver gente olhando para ele. Usando tecnologia de detecção dos olhos, a foto do homem batendo na mulher vira uma foto do casal feliz quando alguém olha. 
O anúncio diz: “Só acontece quando ninguém está olhando”.





Versículo para meditação!!

É assim que os maridos devem tratar suas esposas, as amando como partes de si próprios. Porque uma vez que um homem e sua mulher são agora um só, o homem está realmente fazendo um favor a si mesmo, e amando a si mesmo, quando ama sua esposa! Ninguém odeia seu próprio corpo, mas cuida dele com todo o amor. Efésios 5: 28

41 comentários:

O Senhor é a nossa segurança e a nossa Paz!!

10:54 Irismar Oliveira 24 Comments

Ficaremos tranqüilos, mesmo se houver grandes  enchentes 
e terremotos tão fortes que façam tremer os montes  mais
 altos. Salmo 46: 3


O Senhor é aquela ajuda na qual se pode confiar no dia da angústia.

O salmo 46 fala sobre segurança e paz que povo de Deus tem disponível. Esse salmo serviu de inspiração para a composição do hino Castelo Forte escrito por Martinho Lutero, vou colocar umas partes do hino e depois veremos os versículos para meditarmos. 

Castelo forte é nosso Deus,
Amparo e fortaleza:
Com seu poder defende os seus
Na luta e na fraqueza. 

A nossa força nada faz:
Estamos, sim, perdidos.
Mas nosso Deus socorro traz
E somos protegidos. 

Defende-nos Jesus,
O que venceu na cruz
O Senhor dos altos céus.
E sendo também Deus,
Triunfa na batalha.

Que Deus a luta vencerá,
Sabemos com certeza,
E nada nos assustará
Com Cristo por defesa.
Se temos de perder
Família, bens, poder,
E, embora a vida vá,
Por nós Jesus está,
E dar-nos-á seu reino


O salmista destaca no primeiro versículo três coisas que o Senhor é para os seus filhos. DEUS É NOSSA proteção e nossa força. Ele é aquela ajuda na qual se pode confiar no dia da angústia.





Proteção: Ação ou efeito de proteger; apoio ajuda socorro: a proteção da lei. Tomar a defesa de alguém ou de alguma coisa: proteger os fracos. / Defender; preservar; amparar; resguardar. 

Força: Toda causa capaz de agir, de produzir um efeito 

Ajuda: Auxílio, socorro, assistência, favor: dar ajuda a alguém. 

Nos versículos seguinte ele nos mostra que Deus é a nossa segura e a nossa Paz.

Deus é a nossa Segurança. O salmista depois de nos mostrar três coisas que o Senhor é para nós, nos diz que por isso não devemos ficar perturbados mais ficarmos tranqüilos. Por isso, não ficaremos perturbados, mesmo que o mundo seja destruído, mesmo que as montanhas desabem dentro do mar. Ficaremos tranqüilos, mesmo se houver grandes enchentes e terremotos tão fortes que façam tremer os montes mais altos. Ele diz acalma-se temos Ele como nossa segurança!

Há um rio que corre mansamente pela cidade de Deus, um rio 
que enche de alegria quem vive lá, o santo lugar onde vive o Grande 
Deus. Salmo 46: 4


Deus é a nossa Paz.Nos versículos seguintes ele descreve o lugar onde Deus habita e diz que há tranqüilidade apesar das grandes confusões. Há um rio que corre mansamente pela cidade de Deus, um rio que enche de alegria quem vive lá, o santo lugar onde vive o Grande Deus. Deus mesmo vive ali. Por isso, apesar da confusão por toda parte, ela permanece tranqüila, guardada e protegida por Ele.

O salmista diz que mesmo diante de tais fatos podemos fica tranqüilos porque O Senhor do Universo está entre nós; Ele, o Deus de Israel é a nossa proteção. Que texto tremendo por fora pode está TUDO se destruindo, mas por dentro há paz porque ele esta lá e onde Deus habita não há confusão, nesse texto ele diz: Ele diz acalma-se Ele é a nossa paz! Deus é a nossa Paz, e paz não é ausência de lutas mais é tranqüilidade em meio às guerras

Deus esta acima dos inimigos.Esse texto fala da fúria das nações que duram pouco, pois quando ouvem a voz do Senhor se calam ele esta acima dos nossos inimigos. As nações gritam e se agitam iradas, mas quando Deus fala, a terra se derrete submissa os povos se encolhem, com medo e respeito. 


Um convite para ver as suas grandes obras:

Nesses versículos recebemos um convite para ver as grandes obras do Senhor já realizou. Há momentos que precisamos trazer a memória os grandes feitos que Ele realizou. Venham, vejam as grandes obras do Senhor! Vejam como ele castigou várias nações com a destruição! Ele acaba com a guerra em todo o mundo, quebrando as armas e queimando os carros de guerra.

A ordem de Deus para o seu povo.
O salmo finaliza deixando uma ordem para ficarmos tranqüilos, sossegados e isentos de cuidados e assim podemos conhecer que Ele está entre nós e por isso não devemos temer!! Fiquem quietos! Saibam, de uma vez por todas, que Eu sou Deus! Todas as nações da terra hão de honrar o meu nome!O Senhor do Universo está entre nós; Ele, o Deus de Israel é a nossa proteção.



( Autor: Irismar Oliveira)




24 comentários:

Aprendendo a Lidar com a Síndrome do Pânico.

08:10 Irismar Oliveira 20 Comments

Auto-regulação e Vínculo Emocional na Síndrome do Pânico.

Por Dr. Cesar Vasconcellos de Souza
Podemos aprender a lidar com nossa ansiedade de maneira que evitemos problemas pela perda de controle emocional, como a crise de pânico. 

Crise de pânico é um transbordamento da ansiedade. Ansiedade é um fenômeno mental natural, uma reação emocional saudável que ocorre quando algo nos ameaça. Pode ser ameaça contra nossa vida física ou contra nossa segurança emocional. Na crise de pânico, a resposta emocional de ansiedade é intensa, exagerada, repentina. Crise de pânico é um ataque agudo de ansiedade alta.

Todos possuímos ansiedade que é sinônimo de angústia e que filósofos chamam de "angustia existencial". O profeta Naum, no Antigo Testamento na Bíblia diz que "não virá a angústia a segunda vez." (cap. 1 verso 9). A primeira é essa dessa vida. Na vida eterna a ser começada após o Juízo Final, logo após a vinda de Jesus em breve, não mais existirá angústia, nem tristeza, nem ódio, nem medo, nem injustiça, porque tudo de ruim terá passado. (Apocalipse 21:3 e 4).

A ansiedade de origem não espiritual, mas psicológica, pode ser muito perturbadora e pode se manifestar num nível físico, através de pressão arterial alta, taquicardia, sudorese, etc., num nível emocional, como sentimentos de apreensão, insegurança, medo exagerado, etc., bem como num nível cognitivo, com preocupação excessiva, pensamentos trágicos, obsessões, etc.


A pessoa na crise de pânico tende a interpretar reações normais do corpo como se fossem perigosas. Ela nutre pensamentos catastróficos que aumentam mais ainda a ansiedade que dispara respostas fisiológicas do corpo, etc.

As crianças, mesmo bebês, podem ser educados a desenvolverem autocontrole emocional. Nas escolas convencionais, particulares ou públicas, se ensina tanta coisa, matemática, informática, inglês, espanhol, balé, literatura, geografia, etc., Não conheço ainda nenhuma escola que ensine como obter controle emocional.

A mãe tem um papel fundamental neste ensino porque ela, em geral, passa mais tempo com o bebê. O pai também, claro, deve participar dessa educação emocional do filho. Dependendo do estado emocional da mãe e do pai, o bebê pode ir aprendendo a ter, ou não, autocontrole emocional. Nas pessoas com síndrome do pânico não é raro encontrar aquelas em que a função de autoregulação emocional esteja deficiente. Ou seja, ela se sentem facilmente ansiosas e vulneráveis diante de reações em seu próprio corpo.

Estudos revelaram que pessoas muito ansiosas tiveram mães ansiosas, hiperativas, que ao invés de acalmarem a criança, a agitavam, provocando susto em cada pequeno evento na vida da criança, como um tropeção, ou quando a criança colocou a mão no chão, ou deu espirros. Este tipo de mãe, diante disto, ficava apavorada, pensava em coisas trágicas, falava nervosamente com a criança, ao invés de acalmá-la. Daí, esta criança cresceu com um nível de resposta emocional ansiosa mais alto que a média. Cresceu com baixa tolerância à sinais internos em seu corpo, interpretando-os tragicamente quase sempre.

É comum a pessoa com pânico querer alguém perto para se sentir mais segura. Ela tenta compensar a dificuldade de autoregulação e controle da ansiedade (ou os sinais fisiológicos dela) através do vínculo com alguém. Em geral, só se sente segura e sem crise quando está junto de alguém confiável com quem desenvolve conexão emocional. Algumas dizem que quando perdem esta conexão, ocorre a crise de pânico. A conexão com uma pessoa confiável parece oferecer proteção pelo vínculo, até que a pessoa aprenda a ter autoregulação e autocontrole.

A regulação pelo vínculo se desenvolve quando, por exemplo, a mãe acalma a criança assustada, pegando-a no colo, falando com serenidade, assim, ajudando a diminuir a ansiedade da criança. É comum indivíduos com pânico terem tido experiências de vínculo traumáticas, com perdas, abandono, rompimento de relações, morte, etc. Há uma relação grande entre a sensação de pânico e crises de ansiedade disparadas por experiências de separação na infância.

Pessoas com pânico precisam desenvolver confiança no seu corpo (cuidando da saúde, fazendo exames médicos), confiança nos vínculos, e confiança em que ela mesma pode lidar construtivamente, sem pavor, com sua ansiedade e angústia. Ela não irá morrer se ficar sozinha. Sua ansiedade não é você. Aprender a lidar com sua angústia é uma tarefa das mais importantes na vida. 


A autoregulação é a capacidade que todo organismo vivo tem de auto-equilibrar-se, adaptando-se às diferentes condições do meio. É a capacidade de autoregulação que garante a satisfação das necessidades vitais dos seres vivos. Visto que todo organismo vivo está em um constante processo de adaptação para manter-se, o sistema de autoregulação está em constante funcionamento: http://www.bayoubrasil.com/

Versículos para Meditação!
Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação. 
2 Timoteo 1:7

Não se aflijam com nada; ao invés disso, orem a respeito de tudo; contem a Deus as necessidades de vocês, e não se esqueçam de agradecer-Lhe suas respostas. Se fizerem isto, vocês terão experiência do que é a paz de Deus, que é muito mais maravilhosa do que a mente humana pode compreender. Sua paz conservará a mente e o coração de vocês na calma e tranqüilidade, à medida que vocês confiam em Cristo Jesus. Filipenses 4:6

20 comentários:

Pequenos Gestos que Fazem a Diferença !!

07:25 Irismar Oliveira 34 Comments



 É um pequeno vídeo mais com uma mensagem tremenda!!!
Guarde em seu coração: As vezes, pequenos gestos fazem toda a diferença ...

Versículo para meditação!!

Ele respondeu: "Diz que você deve amar ao Senhor seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de toda a sua força, e de toda a sua mente. E deve amar ao seu semelhante como ama a você mesmo. Certo!" disse-lhes Jesus "Faça isto e você viverá!  Lucas 10: 27,28

34 comentários:

Você Sabe Porque Persevera?

08:56 Irismar Oliveira 16 Comments

Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados à comunhão de seu Filho Jesus Cristo”.

1 Coríntios 1.9


Por Que Os Crentes Perseveram?

Por C. H. Spurgeon
A esperança que enchia o coração do apóstolo Paulo a respeito dos crentes de Corinto, conforme já sabemos, estava repleta de consolação para aqueles que se mostravam temerosos quanto ao futuro dos membros da igreja em Corinto. Por que o apóstolo acreditava que os crentes de Corinto seriam confirmados até ao fim?
Devemos observar que ele apresentou as suas próprias razões.
“Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados à comunhão de seu Filho Jesus Cristo”.1Co 1.9

Paulo não disse: “Vós sois fiéis”. A fidelidade do homem é bastante desconfiável; é pura vaidade. O apóstolo também não disse: “Vós tendes ministros fiéis para guiar-vos e instruir-vos. Por isso, creio que estais seguros”. Não! Se somos guardados pelos homens, na realidade nunca seremos guardados. Paulo afirmou: “Deus é fiel”. Se somos fiéis, isto acontece porque Ele é fiel. Toda a nossa salvação descansa na fidelidade de nosso Deus da aliança. Nossa perseverança se fundamenta neste glorioso atributo de Deus. Somos instáveis como o vento, frágeis como a teia de aranha, volúveis como a água.
Não podemos depender de nossas qualidades naturais ou de nossas aquisições espirituais. Mas Deus permanence fiel. Ele é fiel em seu amor: não conhece qualquer variação, nem sombra de mudança. Deus é fiel aos seus propósitos: não começa uma obra e a deixa inacabada. Ele é fiel em seus relacionamentos: como Pai, não abandonará seus filhos; como amigo não negará seu povo; como Criador, não esquecerá a obra de suas

mãos. Deus é fiel à sua aliança, que estabeleceu conosco em Cristo Jesus e ratificou com o sangue de seu sacrifício. Deus é fiel ao seu Filho e não permitirá que o sangue dEle tenha sido derramado em vão. Deus é fiel ao seu povo, ao qual Ele prometeu a vida eterna e do qual jamais se afastará.

Esta fidelidade de Deus é o fundamento e a pedra angular de nossa esperança de perseverança até ao final. Os crentes hão de perseverar em santidade, porque Deus se mantém perseverante em graça. Ele persevera em abençoar; por conseguinte, os crentes perseveram em serem abençoados. Deus continua guardando seu povo; conseqüentemente, os crentes continuam guardando os mandamentos dEle. Este é o solo firme e excelente sobre o qual podemos descansar. Portanto, é o favor gratuito e a infinita misericórdia que retinem no alvorecer da salvação; e estes mesmos sinos continuam retinindo m e l o d i o s a mente durante todo o dia da graça.
Podemos observar que as únicas razões para esperarmos que seremos confirmados na fé ao fim e que seremos achados inculpáveis se encontram em nosso Deus. Mas nEle estas razões são abundantes.
Primeiramente, elas se fundamentam no que Deus têm feito. Ele decidiu nos abençoar e não retrocederá. Paulo nos recorda que Deus nos chamou “à comunhão de seu Filho, Jesus Cristo”. Deus realmente nos chamou? A chamada não pode ser revertida, “porque os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis” (Rm 11.29). O Senhor jamais retrocede da chamada eficaz de sua graça. Romanos 8.30 diz: “E aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou” — esta é a norma invariável do procedimento de Deus. Existe uma chamada comum, sobre a qual as Escrituras dizem: “Muitos são chamados, mas poucos escolhidos” (Mt 22.14). No entanto, a chamada sobre a qual agora estamos pensando é outro tipo de chamada; é uma chamada que prenuncia amor especial e envolve a posse daquilo para o que fomos chamados. Nesse caso, acontece com os chamados o mesmo que ocorreu com a descendência de Abraão, sobre a qual o Senhor declarou: “A quem tomei das extremidades da terra, e chamei dos seus cantos mais remotos, e a quem disse: Tu és o meu servo, eu te escolhi e não te rejeitei” (Is 41.9).
Naquilo que o Senhor fez, temos poderosas razões que nos asseguram nossa preservação e glória futura, porque Ele nos chamou “à comunhão de seu Filho, Jesus Cristo”. Isto significa o companheirismo com o Senhor Jesus Cristo. Desejo que você considere atentamente o que isto significa. Se Deus já o chamou por sua graça, você já veio à comunhão com o Senhor Jesus, para se tornar, juntamente com ele, possuidor de todas as coisas. Então, aos olhos do Altíssimo, você é um com o Senhor Jesus. Os seus pecados foram levados pelo Senhor Jesus, que os carregou sobre Si mesmo, em seu próprio corpo, na cruz, tornando-se maldição em seu lugar. Ao mesmo tempo, o Senhor Jesus tornou-se a sua justiça, de modo que você está justificado nEle.
Assim como Adão é o representante de todos os seus descendentes, assim também o Senhor Jesus é o representante de todos os que estão nEle. Assim como a esposa e o esposo são um, assim também o Senhor Jesus é um com aqueles que, pela fé, estão unidos a Ele; são um por meio de uma união que nunca poderá ser desfeita. E, mais do que isso, os crentes são membros do corpo de Cristo; são um com Ele por meio de uma união de amor, permanente e viva. Deus nos chamou a esta união, esta comunhão e este companheirismo; por essa razão, Ele nos deu o sinal e penhor de que seremos confirmados até ao fim. Se fôssemos considerados como estando separados de Cristo, seríamos criaturas infelizes, destinadas a perecer; logo seríamos destruídos e lançados na eterna perdição. Mas, visto que somos um em Cristo, participamos de sua natureza e possuímos sua vida imortal. Nosso destino está vinculado ao de nosso Senhor; e, como Ele não pode ser destruído, não é possível que venhamos a perecer.
Pense demoradamente nesta união com o Filho de Deus, à qual você foi chamado, porque toda a sua esperança está nesta união. Você nunca será pobre, enquanto Jesus for rico, visto que você está em uma união firme com Ele. A necessidade nunca pode assaltá-lo, porque, juntamente com Ele, que é o Possuidor, você é co-proprietário dos céus e da terra. Você nunca pode falir, pois, embora um dos sócios da firma seja tão pobre como um rato de igreja e em si mesmo esteja em completa ruína, incapacitado de pagar o menor de seus imensos débitos, o outro sócio é excessivo e inconcebivelmente rico. Neste companheirismo, você é levantado a uma posição que supera a depressão dos tempos, as mudanças do futuro e o colapso do fim de todas as coisas. Deus o chamou à comunhão de seu Filho, Jesus Cristo, e por meio desta chamada o colocou no lugar de segurança infalível.
Se você é um verdadeiro crente, é um com o Senhor Jesus e, por isso, está seguro. Você não percebe que tem de ser assim? Se você já foi realmente feito um com o Senhor Jesus, por meio de um ato irrevogável de Deus, então você tem de ser confirmado até ao fim, até ao dia da manifestação dEle. Cristo e o pecador convertido estão no mesmo barco. Se Jesus não pode afundar, o crente também nunca sucumbirá. Jesus tomou seus redimidos e os uniu de tal modo a Si mesmo, que, antes de qualquer outra coisa, Ele tem de ser destruído, vencido e desonrado, para que, então, os seus redimidos sejam injuriados. O Senhor Jesus é o titular da firma, e, até que Ele desonre seu próprio nome, estamos seguros contra todos os temores de falência.

Portanto, com ousada confiança, prossigamos em direção ao futuro que ainda desconhecemos, unidos eternamente a Jesus. Se os homens do mundo perguntam: “Quem é esta que sobe do deserto e que vem encostada ao seu amado?” (Ct 8.5), confessamos com alegria que realmente nos encostamos em Jesus e que pretendemos nos unir a Ele cada vez mais. Nosso Deus fiel é um manancial transbordante de deleites, e nos sa comunhão com o Filho de Deus é um rio transbordante de regozijo. Sabendo estas coisas gloriosas, não podemos nos desencorajar. Pelo contrário, clamamos juntamente com o apóstolo: “Quem nos separará... do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor”? (Rm 8.35-39)

Fonte: Fonte: Editora Fiel
Fonte da Imagem: http://www.google.com.br/
Postado por Vivendo pela palavra: http://irismaroliveira.blogspot.com/

16 comentários:

Envelheceu sabe porque?

13:14 Irismar Oliveira 20 Comments




Versículo Para Meditação!!
O justo mesmo na velhice ainda darão frutos; serão viçosos e vigorosos. salmo 92: 14

Postado por Vivendo Pela Palavra:http://irismaroliveira.blogspot.com

20 comentários:

Líder infiel

08:53 Irismar Oliveira 16 Comments


Liderança é fazer o que é certo quando ninguém está olhando."
(George Van Valkenburg)

Por Irismar Santos

A definição da palavra infiel: E aquele que não é fiel, que falta a seus compromissos; desleal, que não expressa a verdade, a realidade, que comete abuso de confiança.

Costumo dizer que nunca devemos brigar nem querer ter o cargo de liderança, pois ser um líder é muito mais do que privilegio acima de tudo é uma responsabilidade, pois o líder tem sobre sim muito mais que um cargo ele tem vidas para cuidar e zelar por elas e  não ser verdadeiro nessa função é a pior das tragédias.

Um líder deve ser como um espelho refletindo um caráter transformado para os que estão a sua volta e como uma casa com teto e paredes de vidro que não tem nada para esconder. 

O Líder dever entender que cargos não os deixa imune das conseqüências da desobediência,  pelo contrario tanto as exigências como as punições são muito maiores para um líder.

Selecionei algumas frases de alguns lideres que falam sobre o líder infiel e os danos que ele causa na obra do Senhor.

Um líder infiel é o melhor agente de satanás dentro da igreja. O mais maligno servo de satanás é o ministro infiel do evangelho. Charles Spurgeon

É uma falta indesculpável no líder quando os crimes e pecados que ele condena nos outros, são justamente praticados por ele.  John Shaw

Os pecados do líder são mais graves do que os pecados dos demais homens, porque ele peca contra o conhecimento. Ele peca contra mais luz. Os pecados dos lideres são mais hipócritas porque ele tem falado diariamente contra eles. Mas os pecados dos lideres são mais pérfidos (desleal, infiel) porque ele tem se engajado contra eles. Antes de pregar para os outros ele deve pregar para ele mesmo. Seria completamente monstruoso para um homem ser o mais alto em oficio e o mais baixo em vida espiritual; o primeiro em posição e o ultimo em vida.  Richard Baxter.

A pior das tragédias é um grande ministério com um líder de mau-caráter - Joyce Meyer

Ninguém prega seu sermão bem para os outros, se não prega primeiro para o seu próprio coração. Hernandes dias Lopes

Oremos pelas lideranças espalhada por o mundo e principalmente pelos dos nosso querido Brasil para que o Senhor os guarde a guarda a sua palavra em seus corações!!

Fonte: Vivendo pela Palavra: http://irismaroliveira.blogspot.com/
Fonte da imagem: http://www.google.com.br/

16 comentários:

O lado bom da saudade!!

07:30 Irismar Oliveira 32 Comments

Saudade (1899), por Almeida Júnior. Fonte da imagem: Wikipedia.org


"Sentimos saudade de certos momentos da nossa vida e de certas pessoas que passaram por ela." (Carlos Drummond de Andrade)

Por Irismar Santos
Saudade é a palavra que descreve a mistura dos sentimentos de perda, distância e amor. (1)
Podemos sentir saudade de:  

alguém que já morreu
alguém que amamos e está longe ou ausente.
um amigo querido.
alguém ou algo que não vemos há muito tempo.
alguém que não conversamos há muito tempo.
lugares
comida.
situações.
um amor
do tempo que passou...

Quando você sente saudade de algum lugar, de algum momento ou de alguma pessoa você fica triste ou alegre? A saudade às vezes é vista como um sentimento que traz sofrimento, pois quando recordamos os momentos bons que passamos ou de alguém que conhecemos,   ficamos tristes e até deprimidos, mas a saudade tem o seu lado bom.

O lado bom da Saudade!!

Sei que existem alguns momentos em que a saudade nos deixa um pouquinho nostálgico, mais ela tem o seu lado bom  que é a capacidade de nos fazer lembrar do privilegio  que  tivemos de ter vivido momentos tão maravilhosos e a oportunidade  de ter conhecido pessoas e lugares que marcaram as nossas vidas.

Já parou para pensar se não tivéssemos o privilegio de sentir a falta de um momento bom, de alguém ou de um lugar que nos marcou? A saudade nos traz a memória esses momentos inesquecíveis, é bem verdade que ela nos mostra que eles já passaram, mas também ela nos diz algo muito importante: Você estava lá, você viveu, desfrutou e é por isso que pode descrever através desse sentimento chamado saudade todos eles. 

Quando sentir saudade agradeça a Deus pelos  momentos, lugares e  pessoas que  você teve o privilegio de conhecer e viver!!!

Fonte: Vivendo pela palavra:http://irismaroliveira.blogspot.com


32 comentários: