Chega de medir a vida dos outros!

06:56 Irismar Oliveira 21 Comments

"Não julgueis, para que não sejais julgados",Mat.7.1
Cuide-se de Não Criticar os Outros.

Por Oswald Chambers
No que diz respeito a julgar, Jesus diz: "Não". O cristão comum é um indivíduo crítico ao extremo. A crítica faz parte das faculdades comuns do homem; mas, no campo espiritual, nada se consegue através da crítica. O efeito da crítica é a destruição dos potenciais daquele que é criticado; o Espírito Santo é o único que está em condições de criticar, só ele é capaz de mostrar o que está errado sem magoar nem ferir. É impossível entrar em comunhão com Deus quando se tem um espírito crítico, pois ele nos torna duros, vingativos, cruéis e nos deixa com a lisonjeira presunção de que somos superiores a quem acabamos de criticar. Jesus diz-nos que, como discípulos, temos de cultivar um estado de espírito que não critica. Isso não se consegue de uma vez. Evite qualquer atitude que o coloque numa posição de superioridade.

Não há como escapar à sondagem de Jesus. Se estou vendo o argueiro no olho de alguém, isso significa que tenho uma trave no meu. Tudo o que possa ver de errado em si, Deus o encontrará em mim também. Todas as vezes que julgo alguém, me condeno a mim mesmo, Rom.2.17-20. Chega de medirmos a vida dos outros

Sempre existe na vida dos outros um lado que desconhecemos. O que Deus tem que fazer é submeter-nos a uma limpeza espiritual própria; e, depois disso, não restará espaço de manobra para qualquer tipo de orgulho em nós. Nunca mais achei alguém de quem pudesse desesperar depois de verificar o que está em mim aparte da graça de Deus.

Fonte da imagem: http://www.google.com.br
Postado por Viendo pela Palavra: http://irismaroliveira.blogspot.com

Você também pode gostar

21 comentários:

  1. A prioridade absoluta afim que a "casa-família" possa no tempo, manter o amor, a unidade e a prosperidade, não depende só das condições econômicas ou da capacidade humana em administra-la, mas sim do ensinamento dos princípios fundamentais bíblicos e da presença de Deus. Pode parecer impossível, porém esta è uma realidade: as vezes alguém quer que Deus opere em sua vida, sem que esta mesma operação seja extensiva à sua casa, mas, Deus quer abençoar-nos individualmente mas muito mais coletivamente.Não seja você egoísta,querendo as bênçãos de Deus somente para você,mas divida-as com sua família e então perceberá o gosto doce da comunhão em todos os sentidos.Fique com Deus e tenha um ótimo dia!

    Campanha Um minuto Pela Família
    Blog Restaurando Minha Família
    Daiane

    ResponderExcluir
  2. Querida irmã, onde que exortação é julgamento?
    Não é a mesma coisa, temos de separar o que é certo do que é errado.
    Na graça que é de graça!

    ResponderExcluir
  3. Nunca mais achei alguém de quem pudesse CRITICAR depois de verificar o que está em mim àparte da graça de Deus.

    Muitos blogs falando do mesmo assunto né amiguinha?! DEUS quer mudar algo em nós...
    MUDA-NOS SENHOR!
    Beijos.
    FICA COM DEUS.

    ResponderExcluir
  4. OI Daiane obriga por sua visita e por nos eixar essa mensagem que faz parte da campanha um minuto pela família!

    Um baraço e uma bela semana

    ResponderExcluir
  5. Ou Iris, bom dia mana, eu entendo esta palavra de que a luz da Palavra de Deus,não devemos julgar caluniosamente, hipócritamnete. (Mt 7.1,2), mas devemos julgar no sentido de discernir, provar, examinar e emitir opinião embasada na Palavra, ou seja, julgamos segundo a reta justiça. (Mt 7.15; Jo 7.24; etc.). Por isso, examino, provo, pois o espiritual discerne bem tudo (1 Co 2.15).A bíblia diz que podemos julgar sim, não podemos é condenar, pois isso só o justo juiz pode fazer. Bjs mana.

    ResponderExcluir
  6. OI Márcio como disse a exortação é uma coisa, mas o que podemos ver na realidade é que alguns não são exortadores e sim críticos de plantão e como Owald Chambers diz o crente comum é um individuo critico e que precisamos ir além de ser um crente comum. Precisamos aprendermos a ajudar o corpo a crescer sem danificar o outro, pois Sempre existe na vida dos outros um lado que desconhecemos.

    Muito obrigada por sua participação!!

    Te desejo uma bela semana

    ResponderExcluir
  7. Concordo com o Marcio Mendes, devemos separar as coisas. Paz querida!

    ResponderExcluir
  8. Pois é amiga, o teu texto hoje é tremendo sobre essa posição no reino de Deus que até trouxe um pouco dele e vou colar aqui:
    Como desenvolver comunhão espiritual entre cristãos de opiniões diferentes sobre Costumes e Cerimônias? Como evitar que estas diferentes opiniões perturbem nossa comunhão e produzam um divisão ou julgamentos mútuos que podem causar tristeza ou ressentimento entre nós?
    Primeiro, devemos levar em consideração o que nos é ensinado em I Coríntios capítulo 8 e capítulo 10, versos 23 a 33. Principalmente devemos considerar que a “ciência incha, mas o amor edifica”. Depois, devemos vigiar para que nosso entendimento não “se torne uma pedra de tropeço” para outros irmãos. Quem desejar ver o restante vá ao blog Coração que pulsa:
    http://coraoquepulsa.blogspot.com/

    Que possamos ter o coração abertos para o que o pai que nos ensinar cada dia.
    Lembremos que Se estou vendo o argueiro no olho de alguém, isso significa que tenho uma trave no meu.

    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Oi Rô, acredito também que não somos proibidos de censurar ou condenar os erros, o problema está em termos um espirito critico que sempre procurar os erros das pessoas e se coloca na posição de juiz supremo sobre os pecados delas no caso condenando-as. Acredito na exortação que vem com o proposito de corrigir e ajudar, Abraham Lincoln disse: Aquele que se julga com o direito de criticar deve ter também um coração bondoso para ajudar.

    Minha amada muito obrigada por sua visita e participação!!

    Uma boa semana

    ResponderExcluir
  10. Não julgueis,para que não sejais julgados.Mat 7.1

    Este versículo é citado por muitas pessoas para condenar qualquer pessoa que critica as doutrinas,as religiões de outros. Ironicamente, as pessoas que assim usam o texto não percebem que estão julgando a outra pessoa culpada de desobedecer esta proibição! É pecado julgar? Como é que devemos entender essas palavras de Jesus?
    Jesus condena o julgamento hipócrita. Uma pessoa está sofrendo por causa de um cisco no olho, quando vem a outra oferecendo tirá-lo. Só que a outra, o juiz hipócrita, tem uma viga no olho dela! Jesus disse que temos que tirar nossas próprias vigas antes de remover os ciscos dos outros. Não devemos condenar os probleminhas dos outros quando praticamos pecados mais graves.
    Jesus condena a atitude negativa do censor. Aliás, o dom mais necessário para a igreja nos dias atuais é o dom de DISCERNIMENTO, o qual somente é exercido pelo julgamento.Iris querida
    Desejo a você uma semana abençoada e de vitorias.Beijos....

    ResponderExcluir
  11. Amém, glória à Deus!!!
    Essa é uma verdade que deve ser falada diariamente. Que cada um de nós possa dar conta de sua própria cruz, que já é bem difícil de carregar.

    ResponderExcluir
  12. OI Rita concordo que uma das maiores necessidade da igreja seja o discernimentos e acrescento a pratica do amor, pois quando temos discernimento e o amor operando em nossas vidas, iremos ver o erro, o engano e corrigi-lo e andando em amor corrigimos uns aos outros sem ter uma postura de super crente ou supremo juiz sobre ninguém. O que me preocupa no que diz respeito a acreditamos que temos o direito de exercer o julgar sobre os outros é que antes esquecemos de olhar como esta a nossa vida. As vezes as medida usadas para julgar não são bíblicas mas são as nossas próprias e ai é que esta o problemas na maioria dos julgamentos.

    Minha amada muito obrigada por sua visita e participação!!

    Te desejo uma bela tarde

    ResponderExcluir
  13. Oi amiga, eu acho que resolvi sim, mas ainda tenho que aguardar uma das meninas fazer a correção, pois ela não teve tempo no fim de semana, assim que der ela vai me habilitar novamente.

    Quem bom graça a Deus.
    Obrigado por tudo.
    Te dou notícias.
    kiss♥

    ResponderExcluir
  14. OI Andreia tem um pensamento que diz mais ou menso assim antes de criticar alguém calce o seus sapatos e ande 7 dias com ele. Que o aponta de dedo não prevaleça mas o ajudar sim.

    Muito obrigada por sua visita e participação!!

    Uma bela semana.

    ResponderExcluir
  15. Oi,amada eu queria ler algo exatamente assim,bem esclarecedor .
    Abraham Lincoln disse: Aquele que se julga com o direito de criticar deve ter também um coração bondoso para ajudar.
    Está frase é verdade quem aponta o problema deveria tbm apontar a solução senão seria muito fácil..
    Vou republicar no meu blog,com todos os créditos..
    Na paz,bjo

    ResponderExcluir
  16. OI Carla que bom amiga receber baso noticias.

    Te desejo uma bela semana

    ResponderExcluir
  17. OI Maria acho essa frase de Abraham Lincoln tremenda, acredito que podemos ter uma palavra de exortação ou critica mas que ela vem com a escala de Deus ou seja seus princípios e nunca os nossos pois quando os usamos muitas das vezes só serve para destruir ao invés de levantar e edificar.

    Muito obrigada por sua visita e por postar em seu blog.

    Te desejo uma bela semana

    ResponderExcluir
  18. Realmente tem gente que cuida mais da vida dos outros,e não olha para a sua!O espirito que tem cada um de nós revela de quem somos filhos.Que Deus tenha misericórdia de todos nós!

    Beijinhos querida, passei para agradecer a sua visitinha,uma semana repleta de vitórias para você em nome do Senhor Jesus.

    ResponderExcluir
  19. OI Mary aqueles que entram pelo caminho de só criticar terminam não tendo tempo para olhar para si mesmo que o senhor nos guarde e que possamos ser pessoas que ao identificar o erro possamos corrigir tem a visão de destruir os erro e pedi a Déus que cuide da pessoa.

    Muito obrigada por sua visita e participação!!

    Te desejo uma bela semana

    ResponderExcluir
  20. Oi amiga querida! quando nós lemos as cartas de Paulo que enfrentava os falsos profetas se infiltrando em seu ministério, ele sempre usou da palavra exortação, para alertar os crentes a ficar firmes no evangelho da graça que recebeste.O evangelho não precisa de defesa, mas se nós calarmos diante de uma deturpação que macule a sã doutrina, estamos de certa forma concordando com sua pregação. Agora a exortação seja feita com amor,afim de ganharmos o irmão faltoso, e não para afastá-lo ainda mais. É minha opinião! Deus te abençoe

    ResponderExcluir
  21. OI Eneas acredito que muitos confundem essa questão de julgar um erro, um enagno e julgar uma pessoa, como cristãos não podemos concordar com os erros e os enganos doutrinários e temos meios para corrigir o problema que podemos ver é que corremos o risco de não sermos defensores da sã doutrina e sim destruidores de vida que é totalmente o contrario.

    Muito obrigada por sua visita e participação!!

    Te desejo um bom dia

    ResponderExcluir