O que você faz quando encontra uma pedra no seu caminho?

06:39 Irismar Oliveira 12 Comments



A Pedra no Caminho


Conta-se a lenda de um rei que viveu num país além-mar há muitos anos. Ele era muito sábio e não poupava esforços para ensinar bons hábitos a seu povo. Freqüentemente fazia coisas que pareciam estranhas e inúteis; mas tudo que fazia era para ensinar o povo a ser trabalhador e cauteloso.

- Nada de bom pode vir a uma nação – dizia ele – cujo povo reclama e espera que outros resolvam seus problemas. Deus dá as coisas boas da vida a quem lida com os problemas por conta própria.


Uma noite, enquanto todos dormiam, ele pôs uma enorme pedra na estrada que passava pelo palácio. Depois foi se esconder atrás de uma cerca, e esperou para ver o que acontecia.

Primeiro veio um fazendeiro com uma carroça carregada de sementes que ele levava para moagem na usina.

- Quem já viu tamanho descuido? – disse ele contrariadamente, enquanto desviava sua parelha e contornava a pedra. – Por que esses preguiçosos não mandam retirar essa pedra da estrada? – E continuou reclamando da inutilidade dos outros, mas sem ao menos tocar, ele próprio, na pedra.

Logo depois, um jovem soldado veio cantando pela estrada. A longa pluma do seu quepe ondulava na brisa, e uma espada reluzente pendia à sua cintura. Ele pensava na maravilhosa coragem que mostraria na guerra.

O soldado não viu a pedra, mas tropeçou nela e se estatelou no chão poeirento. Ergueu-se, sacudiu a poeira da roupa, pegou a espada e enfureceu-se com os preguiçosos que insensatamente haviam largado uma pedra imensa na estrada. Então, ele também se afastou, sem pensar uma única vez que ele próprio poderia retirar a pedra.

Assim correu o dia. Todos que por ali passavam reclamavam e resmungavam por causa da pedra colocada na estrada, mas ninguém a tocava.
Finalmente, ao cair da noite, a filha do moleiro por lá passou. Era muito trabalhadora, e estava cansada, pois desde cedo andava ocupada no moinho.
Mas disse a si mesma: “Já está quase escurecendo, alguém pode tropeçar nesta pedra à noite e se ferir gravemente. Vou tirá-la do caminho.”

E tentou arrastar dali a pedra. Era muito pesada, mas a moça empurrou, e empurrou, e puxou, e inclinou, até que conseguiu retirá-la do lugar. Para sua surpresa, encontrou uma caixa debaixo da pedra.

Ergueu a caixa. Era pesada, pois estava cheia de alguma coisa. Havia na tampa os seguintes dizeres: “Esta caixa pertence a quem retirar a pedra.”
Ela abriu a caixa e descobriu que estava cheia de ouro.

A filha do moleiro foi para casa com o coração feliz. Quando o fazendeiro e o soldado e todos os outros ouviram o que havia ocorrido, juntaram-se em torna do local na estrada onde a pedra estava. Revolveram o pó da estrada com os pés, na esperança de encontrar um pedaço de ouro.- Meus amigos – disse o rei –, com freqüência encontramos obstáculos e fardos no caminho. Podemos reclamar em alto e bom som enquanto nos desviamos deles se assim preferirmos, ou podemos erguê-los e descobrir o que eles significam. A decepção é normalmente o preço da preguiça.

Então o sábio rei montou em seu cavalo e com um delicado boa-noite retirou-se.

Do livro: O Livro das Virtudes II – O Compasso Moral

Você também pode gostar

12 comentários:

  1. Muitas vezes,desviamo-nos do nosso caminho por não encarar a realidade,pela sua dificuldade.Com isso não só passamos o problema para outros,com também podemos estar privando-nos de muitas coisas boas,entre elas a satisfação de ter realizando um grande feito.Bjos....

    ResponderExcluir
  2. È verdade!!! Passamos para outros resolverem porque é mais fácil, só que deixamos de aprender com aquela dificuldade, mas o texto diz: A decepção é normalmente o preço da preguiça.

    ResponderExcluir
  3. Muitas vezes nos esquecemos de nossas responsabilidades e queremos deixar a dificuldade para outro resolver, que coisa feia.Precisamos rever nossa disposição de serviço a Deus. Valeu Pra. Irismar, Deus te abeçoe.

    ResponderExcluir
  4. Ola irmão muito obrigado por visitar o nosso blog da radio Resgate Net!Venho retreubuir a visita e confesso estar impactado com a qualidade do conteudo desta pagina este é um blog abençoado e abençoador de vidas!

    Gostaria de convidar o amado para Resgatar vidas conosco sendo assim um de nossos parceiros colocado a nossa radio e chat ou um dos dois no seu blog na pagina inicial que podem ser adquiridos os codigos-fonte livremente em nosso blog, nos também estaremos divulgado o seu blog na nossa pagina para que nossos membros e visitantes e ouvintes da radio também possam conhecer edificados através deste trabalho realizado aqui com excelência amem!

    http://radioresgatenet.blogspot.com/

    http://www.resgatenet.com/

    ResponderExcluir
  5. Affff eu seria uma forte candidata a encontrar uma caixa com surpresas dentro.... e ainda arrumar um jeito na coluna....

    ResponderExcluir
  6. Sissym, dei uma boa risada quando vi seu comentário,srsrsrsr!!Muito legal, obrigada por sua participação.

    ResponderExcluir
  7. Os obstáculos existem para serem superados. Mas nem sempre temos uma visão ampla daquilo que realmente significa uma pedra em nosso caminho. O ouro debaixo da pedra com certeza reflete a axperiência que vamos adquirir quando assumirmos a nossa posição de seres atuantes nesta vida e não coadjuvantes.

    ResponderExcluir
  8. Erlon, realmente esse ouro é experiência e a maturidade, que obteremos nessa vida.

    ResponderExcluir
  9. Belíssima reflexão! Você é um instrumento nas mãos de um Deus maravilhoso e sei que Ele gosta de usar todas as suas ferramentas para a sua maior extensão.Shalom!

    ResponderExcluir
  10. "Com as pedras que me atiraram eu construi um castelo". Muito bom o texto, bjs.

    ResponderExcluir
  11. Graça e paz amada!

    Como sempre venho aqui e encontro uma lição preciosa. Eu confesso que muitas vezes resmunguei diante de algumas pedras, mas que chega um momento em que temos que fazer como a filha do moleiro. Deus envia situações sobre nós até mesmo para nos abençoar, nós é que murmuramos tanto que não percebemos suas bençãos por trás de coisas aparentemente ruins.

    Fica na paz querida!
    Em Cristo,
    Ir. Samuel

    ResponderExcluir
  12. Oi amigo pr. samuel, que bom sempre te-lo e fico feliz por ter esta sendo abençoado, gosto muito de Rm 8:28, funcionar. Muito obrigada por sua visita.

    ResponderExcluir